Resenha #265 - As Quatro Rainhas Mortas!





Título: As Quatro Rainhas Mortas
AutoraAstrid Scholte
Editora: Record
Ano2019
Especificações: Brochura | 392 páginas
ISBN13: 9788501118271
 Sinopse
Na efervescência de paixões proibidas, segredos e alguns mistérios, o reinado das quatro rainhas de Quadara está ameaçado – resta saber como, e por quem. No continente de Quadara, há séculos quatro rainhas reinam absolutas, cada uma representando o próprio quadrante. Juntas, mas separadas. A decidida Iris fala por Archia, a ilha de terras férteis; a estoica Corra representa a tecnológica Eonia; Marguerite, a mais velha das rainhas, é a soberana de Toria e de seus curiosos habitantes; e Stessa, a mais jovem, é o rosto de Ludia, o quadrante da diversão e da arte. As quatro mulheres dividem o poder, sempre respeitando as Leis das Rainhas, sempre pensando no povo e no melhor para a nação. Mas elas têm segredos, e estes podem ser letais. Tão letais quanto Kelarie Corrington. Aos 17 anos, a toriana é a mais hábil larápia e a melhor mentirosa de Jetée. um distrito de excessos, contrabando e charlatões. O último lugar que Varin, um mensageiro eonista, deveria visitar. Mas ele foi roubado... por Keralie, e a jovem é a única esperança de reaver a mercadoria e manter seu emprego. Um mensageiro nunca pode perder sua encomenda. Para piorar, há coisas muito mais sinistras nos chips de comunicação afanados por Keralie. Algo que pode enredar a larápia e o mensageiro em uma conspiração para assassinar as quatro rainhas de Quadara. Sem opção, os dois resolvem se unir para descobrir o assassino e salvar a própria vida no processo. Quando sua relutante parceria começa a se transformar em algo mais, os dois precisam aprender a confiar um no outro e a superar as diferenças entre quadrantes para viver esse amor. Mas será que uma curiosa toriana e um insensível eonista têm alguma chance?

Coluna: Dorama do Mês #9!



Mesmo com o momento delicado de pandemia do coronavírus que estamos passando, finalmente o Dorama do Mês está voltando para mais um ano no Território Geek Nerd buscando fazer vocês conhecerem um pouco mais das produções televisivas do outro lado do mundo. Inclusive, os mais antenados devem estar sabendo da invasão cultural asiática no Ocidente com a vitória do filme 'Parasita' em diversas premiações desse lado do mundo, conseguindo carregar para a Coréia do Sul o Óscar de “Melhor Filme” entre outras categorias importantes da premiação. Por isso, estou com ótimas expectativas em relação ao nosso acesso aos doramas asiáticos, pois a visibilidade trazida por 'Parasita' ganhando a principal premiação de cinema Ocidental (quiçá Mundial) pode abrir portas para muita coisa. 

Só que focando em nossa volta, estou organizando a agenda de indicações de drama desse ano, pois durante as férias da coluna eu parei para assistir os grandes lançamentos do ano passado e tem muitos dramas com enredos maravilhosos para indicar para vocês. Para começar o ano da nossa coluna, aproveitei que a nossa volta é no mês das mulheres e pesquisei algum drama que tivesse o enfoque para vida da mulher no enredo e acabei conhecendo 'When the Camelia Blooms' (significa “Quando a Camélia Floresce”), adaptado como 'Para Sempre Camélia'. 

Coluna: Na Tela #62!



A coluna dos seriados finalmente retorna e eu roubo o espaço do Anderson esse mês para indicar umas das minhas queridinhas já de 2020. Ces já assistiram Sex Education? Não? Então vem cá saber mais!

Resenha #264 - Victoria e o Patife





Título: Victoria e o Patife
AutoraMeg Cabot
Editora: Galera Record
Ano2017
Especificações: Brochura | 256 páginas
ISBN13: 9788501401748
 Sinopse
Neste romance histórico juvenil escrito pela autora de “O diário da princesa”, acompanhamos a trajetória de Victoria. Criada pelos tios na Índia, ela é enviada a Londres aos 16 anos para conseguir um marido. Mas é na longa viagem até a Inglaterra que a jovem encontra o amor, na figura de Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey. Tudo estaria ótimo se não fosse a insuportável interferência do capitão do navio, Jacob Carstairs. Por que ele não pode confiar na escolha de Victoria? Por que ele não a deixa em paz? Estaria Hugo escondendo algo?

Coluna: Invasão Otaku #54!



Para a primeira indicação do ano, eu quis separar um dos meus animes favoritos da atualidade, que embora não tenha elencado um hype tão grande quanto outros do mesmo gênero, ainda sim, deve ser lembrado e indicado. Se você gosta de aventura, magia e batalhas épicas em cidades com estilo streampunk, então 'Radiant' é a pedida certa para o seu fim de semana.

Coluna: Mundo Comics #5!




Título: Four Swords
Autor: Akira Himekawa
Editora: Panini
Ano: 2018
Especificações: Brochura | 376 páginas
ISBN: 13: 9788542613070
 Sinopse
A princesa Zelda e as seis sacerdotisas pressentem o enfraquecimento do selo que aprisiona o mago Vaati e convocam Link para que as protejam, enquanto abrem o portal para o Reino Sagrado da Four Sword. Mas, ao abrirem o portal, uma sombra maligna aparece e sequestra a princesa. Link recupera a Four Sword, mas acaba sendo dividido em quatro corpos e desfaz o selo que prende o mago. Agora, os quatro Links devem impedir que o mago domine Hyrule, enquanto resgatam a princesa Zelda e as sacerdotisas.

Cinema #98 - Pokemon: O Filme - Mewtwo Contra Ataca Evolução!





Título: Pokemon: O Filme - Mewtwo Contra Ataca Evolução
Gênero: Animação, Aventura
Direção: Motonori Sakakibara, Tetsuo Yajima, Kunihiko Yuyama
Elenco: Ikue Ôtani, Sarah Natochenny, Megumi Hayashibara
Duração: 98 min.
 Sinopse: Remake de Pokémon - O filme, o longa começa quando um grupo de cientistas decide criar o pokémon mais poderoso de todos os tempos. Mas a criatura chamada de Mewtwo se rebela e convoca grandes treinadores, escondendo um plano mirabolante.


Resenha #263 - Eu Perdi o Rumo!




Título: Eu Perdi o Rumo
Autora: Gayle Forman
Editora: Arqueiro
Ano: 2019
Especificações: Brochura | 240 páginas
ISBN: 13: 9788580418835
 Sinopse
O novo romance de Gayle Forman, autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Eu Estive Aqui.
Suas obras já venderam mais 9 milhões de livros pelo mundo.
Freya perdeu a voz no meio das gravações de seu álbum de estreia. Harun planeja fugir de casa para encontrar o garoto que ama. Nathaniel acaba de chegar a Nova York com uma mochila, um plano elaborado em meio ao desespero e nada a perder.
Os três se esbarram por acaso no Central Park e, ao longo de um único dia, lentamente revelam trechos do passado que não conseguiram enfrentar sozinhos. Juntos, eles começam a entender que a saída do lugar triste e escuro em que se acham pode estar no gesto de ajudar o próximo a descobrir o próprio caminho.
Contado a partir de três perspectivas diferentes, o romance inédito de Gayle Forman aborda o poder da amizade e a audácia de ser fiel a si mesmo. Eu Perdi o Rumo marca a volta de Gayle aos livros jovens, que a consagraram internacionalmente, e traz a prosa elegante que seus fãs conhecem e amam.

Coluna: Wishlist do Mês #28!



Um novo mês, um novo lançamento almejado. Confere só o que entrou e o que saiu da lista de desejados durante o mês de Janeiro.

Coluna: Resumo do Mês #41!



Com o ano finalmente começando (porque todo mundo sabe que no Brasil as coisas só funcionam direito após o carnaval) estamos de volta e antes de abrimos espaço para finalmente explorar as novidades que estão chegando ou os conteúdos novos que preparamos, que tal um resumão de tudo o que rolou no blog nos dois últimos meses de hiatus? Perdeu algum post de Janeiro ou Fevereiro? A gente te atualiza!