Cinema #91 - O Sol Também é uma Estrela!




Título: O Sol Também é uma Estrela
Gênero: Drama
Direção: Ry Russo-Young
Elenco: Anais Lee, Assibey Blake, Camrus Johnson, Cathy Shim, Charles Melton, Faith Logan, Gbenga Akinnagbe, Jake Choi, Kay Day, Keong Sim, Miriam A. Hyman, Yara Shahidi
Roteiro: Nicola Yoon, Tracy Oliver
Produção: Elysa Koplovitz Dutton, Leslie Morgenstein, Warren Fischer
Duração: 100 min.
EstúdioAlloy Entertainment, Metro-Goldwyn-Mayer (MGM), Warner Bros. Pictures
 Sinopse: A caminho da faculdade, o romântico Daniel Bae e a pragmática jamaicana Natasha Kingsley se conhecem — e se apaixonam — em um dia mágico, em meio à correria da cidade de Nova York. Imediatamente começam a voar fagulhas entre esses dois desconhecidos, que jamais se encontrariam se o destino não tivesse dado um empurrãozinho. Mas será o destino suficiente para levar esses jovens do azar à sorte no amor? Com algumas horas sobrando no que deve ser o último dia dela nos EUA, Natasha luta contra a deportação de sua família com a mesma força com que luta contra seus crescentes sentimentos por Daniel, que faz tudo o que pode para convencê-la de que estão destinados a ficar juntos.
************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************



Metaforicamente romântico, 'O Sol Também é uma Estrela' é uma adaptação que enche os olhos e cativa o leitor pela pureza de sua narrativa.

Baseado na história de dois protagonistas, a trama divide sua perspectiva entre ambos. Por um lado acompanhamos Natasha (Yara Shahidi) na difícil missão de salvar sua família de ser deportada dos Estados Unidos para a Jamaica. Por outro, vemos Daniel (Charles Melton), um jovem poeta amador que não consegue controlar o futuro que seus pais decidiram para ele. Com uma entrevista marcada que pode mudar sua vida para sempre e o desviar totalmente de seu sonho, ele acaba cruzando seu caminho com o de Natasha, e um encontra no outro aquilo que procuravam. Seriam a solução final para seus problemas?


Eu devo enaltecer esse roteiro. É gratificante vê um filme baseado em um romance que aborda temáticas tão mais importantes do que apenas o casal. Embora o foco, claro, seja a relação dos personagens e como ela vai surgindo, a problemática realística e a forma como as coisas acontecem é tão natural que sinceramente não tem um só momento que a trama pareça fugir muito de um contexto mais palpável a nós.

Esse é um enredo que expira diversidade. Não importa em qual momento você esteja vendo, os detalhes da cultura negra ou asiática cercam cada pedacinho, seja no som de fundo, na trilha sonora maravilhosa ou em detalhes do local onde os personagens estão. E eu amei. A forma como tudo combina para um final de apertar seu coração é maravilhoso, principalmente pelo fato de que todo o filme se passa em apenas um dia, uma receita que poderia dá muito errado devido ao instalove. Nesse caso, especificamente, funciona. E embora o roteiro não explore mais dos personagens secundários, fica claro que isso é proposital. A visão de Natasha e Daniel são o principal ponto a se levantar e é eles que seguiremos do começo ao fim.


Tanto Shahidi quanto Melton ficam bem em seus papéis. Eles cativam o telespectador e fazem você se envolver com o casal por mais diferente que sejam quando estão em cena. A briga de personalidade traz ainda mais empatia por ambos, de forma que é interessante vê o quão diferente eles enxergam o mundo e ainda sim, conseguem se dar bem. Por isso ressalto a atuação de Shahidi que é espetacular. Não teve um só instante em que ela não me convenceu como mocinha. Sua personalidade forte fazem da trama algo ainda mais rico. E o fator da mesma estar envolvida romanticamente com alguém e ainda sim, não esquecer pelo que luta, torna tudo muito mais real, verdadeiro, intenso.


No quesito adaptação, essa de fato está espetacular. Existem muitos detalhes do livro, inclusive diálogos e todo o desenrolar da história é bizarramente igual a da obra original. Se você leu e estava temendo o filme, veja sem medo. Vale cada instante.

O que mais gostei foi a trilha sonora e a fotografia. Esses são os pontos mais bonitos dentro do longa. Os ângulos da câmera, as filmagens área, tudo leva o telespectador a mergulhar profundamente na beleza natural de cada pequeno lugar que é mostrado nesse dia da narração. As imagens do sol são lindas.

Depois de tantos elogios não resta dúvidas do quão apaixonado estou com 'O Sol Também é uma Estrela'. Depois de amar o livro foi a vez de me cativar ainda mais pelo filme. Veja e comprove. Diferente de muitos instaloves, esse vai tocar seu coração e te fazer torcer com todas as forças pelo casal.


Coluna: Invasão Otaku #53!



Com um enredo bem diversificado e diferenciado, 'June Taisen: Zodiac War' é uma jornada tensa e gore, com muito drama e sangue.

Coluna: Resumo do Mês #40!



Lá se foi Novembro, seja bem vindo Dezembro. Hohoho! Chegamos oficialmente ao último mês do ano e agora é hora de colocar em dia os posts finais e se preparar para um novo começo.

Coluna: Wishlist do Mês #27!



Um novo mês, um novo lançamento almejado. Confere só o que entrou e o que saiu da lista de desejados durante o mês de Novembro.

Resenha #286 - A Batalha do Labirinto (Percy Jackson e os Olimpianos Vol 4)!





Título: A Batalha do Labirinto
ColeçãoPercy Jackson e os Olimpianos Vol 4
AutorRick Riordan
Editora: Intrínseca
Ano2014
Especificações: Brochura | 400 páginas
ISBN13: 9788580575422
 Sinopse
Os cinco livros da série que se tornou fenômeno mundial, em edição limitada e com design exclusivo: as cinco lombadas dos livros compõem, juntas, uma ilustração especial de John Rocco.
Em O ladrão de raios, Percy Jackson, o menino que aos doze anos descobre que é um semideus, filho de Poseidon, precisa impedir uma guerra entre os deuses que destruiria a civilização ocidental; em O Mar de Monstros, ele e os amigos se envolvem em uma perigosa aventura para defender o acampamento dos semideuses; em A maldição do titã, Percy descobre que o Senhor dos Titãs despertou e está disposto a destruir a humanidade; em A batalha do Labirinto, o semideus vai combater o perigoso titã no temido Labirinto de Dédalo; e em O último olimpiano, Percy tem que lidar não só com o exército de Cronos, mas também com a chegada de seu décimo sexto aniversário — e, assim, com a profecia que determinará seu destino.

Resenha #285 - Teto Para Dois





Título: Teto Para Dois
AutoraBeth O' Leary
Editora: Intrínseca
Ano2019
Especificações: Brochura | 400 páginas
ISBN13: 9788551005415
 Sinopse
Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela.
Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado.
Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.
Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

Resenha #284 - Promessas de Sangue (Academia de Vampiros Vol 4)!





Título: Promessas de Sangue
ColeçãoAcademia de Vampiros Vol 4
AutoraRichelle Mead
Editora: Agir
Ano2010
Especificações: Brochura | 448 páginas
ISBN13: 9788522012060
 Sinopse
A vida da guardiã Rose Hathaway nunca será a mesma. O recente ataque a Academia St. Vladimir devastou todo o mundo Moroi. Muitos estão mortos. E, pelas poucas vitimas carregadas pelos Strigoi, o destino deles é ainda pior. Uma rara tatuagem agora adorna o pescoço de Rose, uma marca que diz que ela matou Strigoi demais para contar.Mas apenas uma vitima importa… Dimitri Belikov. Rose agora deve escolher, um de dois caminhos bem diferentes: princesa – ou, abandonar a academia para sair sozinha em uma caça para matar o homem que ela ama. Ela terá de ir ao fim do mundo para encontrar Dimitri e manter a promessa que ele implorou para ela fazer. Mas a pergunta é, quando a hora chegar, ele irá querer ser salvo? Agora, com tudo em jogo – e mundos de distancia da St. Vladimir e sua desprotegida e vulnerável, e recentemente rebelde, melhor amiga – Rose pode encontrar forças para destruir Dimitri? Ou, ela vai se sacrificar para ter uma chance em um amor eterno?

Coluna: Na Tela #60!


Olá, pessoal! Vamos lá para mais uma indicação/crítica e dessa vez vamos falar do spin-off do spin-off. Amo esse adendo do adendo (risos).

Cinema #90 - Nosso Último Verão!





Título: Nosso Último Verão
Gênero: Comédia, Romance, Drama
Direção: Bill Bindley
Elenco: Halston Sage, Jacob Latimore, KJ Apa, Maia Mitchell, Sosie Bacon, Tyler Posey, Christopher Mele, Ed Quinn, Gage Golighty, Greer Grammer, Jacob McCarthy, Mario Revolori, Nicole Forester, Wolfgang Novogratz
Roteiro: Bill Bindley, Scott Bindley
Produção: Mike Karz, Wayne Allan Rice
Duração: 109 min.
EstúdioNetflix
 Sinopse: Um grupo de jovens recém-graduados do ensino médio passam um "último verão" juntos se preparando para a vida adulta. Histórias se cruzam à medida que o grupo luta com amores perdidos e achados, relacionamentos frágeis com seus pais e, ultimamente, a batalha para descobrir quem são e o que devem fazer a seguir.

Coluna: Invasão Otaku #52!



Aproveitando as novas expectativas para mais uma temporada que esta prestes a começar, o anime desse mês fala muito da minha infância e com certeza vai agradar qualquer fã da franquia. Conheça 'Pokemon Origins'