Cinema #40 - Diário de um Banana!



Gênero: Comédia
Direção: Thor Freudenthal
Roteiro: Gabe Sachs, Jackie Filgo, Jeff Filgo, Jeff Judah
Elenco: Chloe Moretz, Devon Bostick, Rachael Harris, Robert Capron, Steve Zahn, Zachary Gordon
Produção: Bradford Simpson, Nina Jacobson
Fotografia: Jack N. Green 
Trilha Sonora: Theodore Shapiro
Duração: 94 min
Greg Heffley (Zachary Gordon) é um estudante da sexta série, que tem de enfrentar o maior desafio de sua vida: sobreviver ao ensino fundamental. Ele encontra maneiras peculiares de lidar com os valentões do colégio e conquistar sua popularidade.


*********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
*********************************************************************
★★★☆☆



Tem uma tonalidade muito engraçada. Diário de um Banana remonta muito bem as dificuldades que toda criança sofre quando deixa a infância para se transformar em um adolescente, e apesar de não ter filosofias profundas, o filme pode realmente te cativar.
Às vezes, quando alguém vale a pena, a gente tem que fazer um esforço.”
Nossas escolhas nos fazem ser quem somos.”


Greg Heffley é o típico garoto que vai avançar para a 5º série, e tudo que deseja é ser popular. Mas sobreviver dentro da selva que uma escola pode se tornar é algo complicado, e ele esta prestes a descobrir tudo isso. Amigos mudam, sua vida salta e do dia para a noite aparecem responsabilidades e medos. Entre sobreviver no seu primeiro ano no ensino fundamental avançado e se tornar popular existe uma grande linha que os separa, mas Greg está pronto para saltá-la, mesmo que isso represente fazer coisas que jamais imaginaria ter feito.

No geral, o filme é muito agradável. O ponto forte aqui é a comédia. Os personagens são muito engraçados, e a mistura entre realidade e animação torna tudo ainda mais interessante. Vocês devem, por exemplo, conhecer e saber que o filme foi inspirado na série de livros do autor Jeffy Kinney (um grande sucesso na verdade), porque a história agrada muito o publico pela maneira como o personagem aborda sua vida e descreve com tanta perfeição situações que todos nós já vivemos um dia.


O ponto alto aqui está no fato da seguinte pergunta: Até onde você iria pra se tornar popular? Ou quem trairia? Ou o que faria? Essa é uma filosofia delicada que vemos o protagonista Greg enfrentar. Ressaltemos aqui a questão da amizade. Quem você sacrificaria para atingir aquilo que mais quer? Pessoalmente achei a temática muito legal. Não só é descontraída a forma como o enredo é abordado como o filme tem uma reviravolta inesperada, e um final legal, que faz você curtir a história. Sendo sincero com você, em termos de igualdade com o livro eu não posso definir, porque não conheço a série (a não ser de nome ou de indicação), mas admito que fiquei curioso após o filme e quero conhecer. No momento estou tentando conseguir o primeiro volume para ler, então, vou me fixar em apenas falar sobre o filme.

Em termo enredo a coisa muda. Basicamente temos quase a mesma coisa de tantos outros filmes, um garoto não popular, que todo mundo detesta e que quer provar a todos que pode. O diferencial ai está no que acontece a Greg no fim (coisa que vocês terão que assistir para descobrir). Só posso adiantar que o filme é legalzinho e merece 3 estrelas, nada mais , nada menos. É uma boa indicação para um sábado a tarde ou para momentos de descontração.



 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se