Resenha #151 - Casório!




Ficha Técnica
Título: Casório?!
Autor: Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Edição: 6
Ano: 2005
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 644 páginas
ISBN: 85-2861-130-2
Peso: 890g
Dimensões: 230mm x 160mm
 Sinopse
Depois de superarem os perigos mortais do Labirinto, Thomas e seus amigos acreditam que estão a salvo em uma nova realidade. Mas a aparente tranquilidade é interrompida quando são acordados no meio da noite por gritos lancinantes de criaturas disformes - os Cranks - que ameaçam devorá-los vivos. Atordoados, os Clareanos descobrem que a salvação aparente na verdade pode ser outra armadilha, ainda pior que a Clareira e o Labirinto. E que as coisas não são o que aparentam. Para sobreviver nesse mundo hostil, eles terão de fazer uma travessia repleta de provas cruéis em um meio ambiente devastado, sem água, comida ou abrigo. Calor causticante durante o dia, rajadas de vento gélido à noite, desolação e um ar irrespirável - no Deserto do novo mundo até mesmo a chuva é a promessa de uma morte agonizante. Eles, porém, não estão sozinhos - cada passo é espreitado por criaturas famintas e violentas, que atacam sem avisar.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************



O que você faria se soubesse o que o futuro lhe reserva? É a pergunta para qual Lucy Sullivan tem de encontrar a resposta. Depois que ela e suas três melhores amigas decidem visitar uma cartomante e tem seus destinos previstos pela mulher, as previsões começam a se concretizar, apesar de uma maneira inusitada. Lucy começa a acreditar nas palavras da mulher que disse que ela estaria entrando na igreja a caminho do altar, em cerca de um ano. O que não parecia muito provável, pois nossa mocinha nunca teve muita sorte no amor e não estava sequer namorando. Bem, pelo menos até que ela conheceu Gus, um rapaz encantador e carismático que pode ser parte de seu futuro como previu a cartomante, apesar que eu o acho irritante e prefiro milhões de vezes o melhor amigo dela, o Daniel.

Mais uma vez Marian Keyes traz a tona temas sérios a sua narrativa, neste caso, o relacionamento conflitante entre os pais de Lucy e entre ela e eles também, sendo o pai um alcoólatra que acaba destruindo o relacionamento com a esposa por causa do vicio, enquanto a mãe surge na paisagem como extremamente controladora, o que sufoca Lucy e a faz querer ficar longe da mãe. Mas novamente, a autora equilibra a obra entre a seriedade e a comédia, e é inevitável não rir com diversas das passagens de Casório?! como por exemplo o pedido de Natal da jovem Sullivan.

Eu detestava minhas coxas mais do que qualquer outra coisa no mundo, e faria qualquer sacrifício para ter coxas fininhas. Costumava até rezar para conseguir isso. Bem, pelo menos rezei uma vez. Foi na missa, em um dia de Natal (...) Depois, quando minha mãe me perguntou qual tinha sido o meu "pedido especial" e contei, ela ficou furiosa, disse que aquilo era uma coisa completamente indigna e inapropriada para pedir. Diante disso tive que voltar, cheia de vergonha, até a igreja. Abaixei a cabeça, com toda a humildade, e pedi coxas mais finas pra minha mãe também, para papai, Chris, Peter, vovó Sullivan, os pobres da África, e qualquer um que gostasse de coxas finas." (p. 190)

Se me perguntar minha opinião sobre a protagonista, terei de admitir que ainda prefiro as fortes personalidades das garotas da família Walsh. O que vi em Lucy, foi uma garota manipulável e cabeça dura, uma combinação um pouco trágica nesta obra, porque no final das contas ela só percebe a verdade por trás de algumas pessoas quando já é tarde demais, e ainda fica mal por isso.


O livro ainda me lembrou um pouco de Férias, também da Marian Keyes, principalmente no que diz respeito a cenas apimentadas, o que poderia até ser um ponto positivo, se algumas das personagens não fossem tão atiradas. Não considero a melhor obra de autora, no entanto vale muito a pena ler assim como todos os livros dela, e principalmente para quem gosta do gênero Chick-lit.



Graduou-se em Direito na Universidade de Dublin, sem, contudo, jamais ter exercido a profissão. Morou em Londres por muitos anos, trabalhando ora como garçonete ora em escritórios. Neste mesmo período começou sua luta contra o vício do alcoolismo e, inclusive, uma tentativa de suicídio. Depois de vencida a batalha, alcançou o sucesso como escritora. Autora de vários best sellers do gênero Chick Lit.








2 comentários

  1. Awn, eu sempre quis ler algo da Marian Keyes, dizem que vale a pena ler os livros dela! Agora que vi que você está fazendo uma maratona de resenhas Marian Keyes, boa sorte! *-* o// tentarei acompanhar de perto, adoro fazer/ver maratonas literárias, mesmo que internas e não que todo mundo esteja fazendo. Já fim uma do O Mochileiro das Galáxias!

    Beijocas da Saroca! http://interesses-sutis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    li este livro faz algum tempo, acho que mais de um ano.
    Confesso que esperava bem mais dele.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir

Expresse-se