31 dezembro 2015

Retrospectiva 2015 #1!





2015 foi sem sombra de dúvidas um ano com muitas surpresas. Li coisas que achei que nunca leria, assisti coisas que nunca tinha assistido e me arrisquei no diferente, querendo provar e comprovar novas experiências. Em pleno 31 de dezembro, porque não comentar todas essas experiencias e separar as melhores? Seja bem vindo a retrospectiva 2015 (leia imaginando a musiquinha tema da Globo).

Comecemos pela sessão cinematográfica. No inicio do ano, como de costume, já tinha ideia de alguns filmes que eu definitivamente precisava ver. Dentre eles estavam os três principais: Os Vingadores - Era de Ultron, A Esperança - Parte Final e Cidades de Papel. Infelizmente, o ano começou meio decepcionante quando conferi o primeiro trailer de Cidades de Papel. O que foi considerado um dos meus filmes mais esperado, tornou-se minha maior decepção e só vim conferir a longo há pouco dias atrás, tendo gostado, mas continuando com a ideia de que poderia ter sido melhor, ou pelo menos queria que fosse. O mesmo posso falar em relação a Insurgente, que me decepcionou em número, gênero e grau.

Em compensação os outros não me decepcionaram e me apaixonei perdidamente com Simplesmente Acontece, filme que com certeza não esperava lá tantas emoções. Embora o enredo se apresente clichê, é impossível não rir ou se apegar a toda a história de Rose, torcer por ela, e pedir por mais. Foi sem dúvidas uma das comédias românticas mais engraçadas que conferir em 2015, e também um dos filmes mais marcantes que me arrisquei a ver.


Homem Formiga também foi uma grande revelação para 2015. Não esperava nada desse filme, pelo contrário, imaginei até que seria fraco, pelo fato de não ser um personagem tão bem explorado pela produtora. Erro fatal, lógico. Adorei a trama e o destino do herói, e como se não bastasse, os efeitos me encantaram, e olha só quem foi para os favoritos? Juntamente ao lado dele, minha animação mais esperada, mais singela e que me fez chorar: O Pequeno Príncipe. Tenho um local especial no coração para o livro, e agora também tenho para o filme. Como não amar o ano depois disso?



Me aventurei também com Piratas do Caribe, que nunca tinha visto, e queria ver. Felizmente me tornei UM GRANDE FÃ, e já posso garantir que no próximo filme estarei na primeira fila, louco pelas novas aventura dos Capitão Jack *-* (não sei como não fui ver esses filmes logo). Mas as experiencias foram diversificadas, então olha só os meus favoritos do ano:

  
  
  
  
  

Deixando os filmes para trás, os surtos foram garantidos com os seriados, dentre eles, The Flash e The 100. A primeira temporada de The 100 foi sufocante, mas garantir oxigênio na segunda, foi tenso. A cada novo episódio, um novo surto, uma nova emoção e um novo coração partido. A série que se mostrava tão despretensiosa me ganhou ainda mais em seu segundo ano e já garantiu o topo da minha lista para 2016. O mesmo já não posso dizer de The Flash. Me prendi a primeira temporada de uma forma sobrenatural. Comecei a ver a série num sábado e na segunda, já havia finalizado todos os 22 capítulos (e sim, isto para mim é uma grande conquista). Infelizmente, com seu retorno na segunda temporada, a experiencia não foi tão prazerosa quanto na primeira, mas ainda acompanho, e tem melhorado.




Claro que a lista de seriados favoritos é um pouquinho maior e não se resume apenas a eles, olha ai:

   

Em termos de anime, o ano foi fraco. Eu acompanhei especificamente os que já acompanho a alguns anos atrás, como Naruto e Fairy Tail. A surpresa veio em duas formas diferentes: primeiro a estréia do meu arco favorito de um deles, onde SURTEI GERAL. Quem não sofreu vendo Fairy Tail que atire a primeira pedra; Essa temporada foi desesperadora e ao mesmo tempo emocionantes (LUCY </3).


Já as gargalhadas ficaram por conta da querida Umaru-Chan, uma personagem extremamente fofa e maluca, por quem com certeza você vai se apaixonar. 2015 também garantiu que eu começasse minha primeira coleção (e falência) de mangás, já que me apaixonei pelo anime de Nanatsu no Taizai e li os mais de 150 capítulos que já tinha sido lançados em 3 dias. Por isso, olha a lista de favoritos:


   

E em leitura, SENHOR, foram tantos favoritos. Tantos que anseio continuação. Tantos sofrimentos. Tantos shippers. Fui feito de trouxa, e renovei o papel mais e mais vezes, e em 2016, isso com certeza promete se repetir. Especificamente, todos abaixo estão agora, guardados em meu coração, e como tal, vão continuar por lá <3 Ao total foram 76 lidos, sendo que a meta era 100. Infelizmente passei nem perto de atingir essa meta, mas em 2016, também não quero impor quantidade, mas sim focar em finalizar as séries que comecei em 2014/2015. 

Dentro desses 76, são 27 favoritos, e estes, você confere abaixo:

  
  
  
  
   
  
  
  
  

E você, qual seu melhor filme do ano? Livro? Anime? Seriado?


7 comentários:

  1. oi... OMG!!! Como vc não conhecia Piratas do Caribe? Sou apaixonada pelo Capitão Jack Sparrow, quero muitos e muitos filmes com ele... O melhor filme que vi esse ano acho que foi Mad Max mas tbm gostei muito de Velozes e Furiosos e Perdido em Marte foi uma grande surpresa pra mim... De séries tô muito viciada em Bones... Já de livros tive um ano bem morno mas meus favoritos foram Gataca e o Príncipe dos canalhas...
    Quero desejar um Feliz 2016!!! Que o próximo ano traga melhores filmes, livros, séries pra todos nós... bjus
    http://reticenciasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, David!
    Eu também amei Simplesmente Acontece e agora quero ler o livro.
    The 100 com certeza é uma ótima surpresa porque eu não dava nada pela série e agora é uma das minhas favoritas.
    Esse ano eu tive poucos livros que entraram na lista de favoritos.
    Feliz 2016!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. TUMBLR GIR... DAVID!!
    Eu realmente admiro sua disposição pra fazer essas montagens. Já sei a quem pedir, quando precisar.
    Seu ano teve bastante coisa bacana, mas por algum motivo, eu já sabia de todas elas. kkkkkk
    Feliz ano de terminar as sagas!

    Até mais, meu fã!
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Em termos de séries e livros, realmente foi ótimo. E 2016 promete mais séries maravilhosas ainda *o* agueeenta coração. Adorei essa retrospectiva, me lembrei de alguns que li também e que marcaram bastante <3

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Graças a Deus não vi "Cidades de Papel". Eu não li e não vi "Divergente", mas tenho sentindo que "Insurgente" foi decepcionante na ausência de comentários sobre ele. Não vi "Simplesmente acontece" por está de birra com a Cecelia, mas depois de ler alguns livros dela simplesmente me arrependi! "Homem formiga" foi um filme que não conseguir arrumar tempo para ver, infelizmente! Mas verei em dvd ou na Netflix!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi David!
    Como assim você ainda não tinha assisti Piratas do Caribe?! Também sou fã (mas confesso que não gostei muito do quarto filme, então não sei o que esperar do próximo).
    Eu nem arrisquei assistir a os filmes da trilogia Divergente porque os livros já me decepcionaram a partir de Insurgente.
    Eu ouvia falar bem de The 100, mas embora tenha gostado dos personagens, me decepcionei muito com os eventos. Nao volto para a terceira temporada, mas que bom que você gostou.
    Ah...mas 76 livros tá ótimo!
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Não vi Simplesmente acontece ainda :,(
    Homem Formiga arrasou, definitivamente *-* Hahaha, Piratas do Caribe é ótimo, tava perdendo o show do Johnny Depp! ;)
    OMG, The 100! Me viciei nessa série completamente, as duas temporadas foram de tirar o folêgo!
    Bjs, feliz 2016!
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir

Expresse-se