14 janeiro 2016

Coluna: Vamos Falar Sobre... #1!




As colunas estão em recesso, mas claramente com a grande estréia dessa série, não poderíamos deixar de vir comentar qual foi a primeira impressão que ficou não é? Abrimos o ano das colunas com nossa visão geral do primeiro capítulo de Shadowhunters, aguardada adaptação da série literária Instrumentos Mortais da autora Cassandra Clare, que ganha as telinhas este ano pela ABC. Vamos ver no que vai dá!

Bem, para um primeiro episódio, ainda é pouco para podermos comentar com concretismo, mas já temos alguns aspectos que podem ser citados. A série dramática que provavelmente vai não só fixar no romance entre os protagonista, e sim na ação eletrizante, promete muitas reviravoltas até sua season finale, deixando o telespectador com os nervos a flor da pele. Quais reviravoltas e novidades podemos esperar?




Sinopse: Clary Fray sempre teve a vida mais normal que se possa imaginar. Em plenos 18 anos, ela está perto de ingressar na faculdade que deseja, tem um melhor amigo perfeito em quem pode confiar cegamente, e ainda guarda a certeza que sua família não poderia ser melhor. Mas este seu mundo de normalidade e perfeição está prestes a ruir. Quando durante seu aniversário ela presencia um assassinato, tudo ao seu redor começa a desmoronar e a vida de perfeição e sem segredos que julgou ter, prova-se uma inteira mentira. Agora, com Jocelyn, sua mãe, desaparecida, e estando envolvida com o estranho garoto tatuado que causou todo inicio desta catástrofe, Clary está prestes a descobrir não só sobre seu passado, mas também de todo um mundo novo, que a muito, permanecia as ocultas ao seu redor.., Um mundo dividido entre anjos e demônios.

Enredo: 


Para um primeiro contato, com certeza o enredo é o mais atrativo que a série poderia apresentar. Gostei particularmente de todas as modificações que fizeram, pelo menos, até então, tornando-se aceitáveis dentro do contexto em que a série irá girar. Os eventos não só estão realmente acontecendo, como de fato estão explorando os pontos exatos. Talvez um maior aproveitamento de certas partes tornem as coisas ainda melhores. Para quem não conhece os livros, o fato de tudo estar se desenrolando rapidamente pode acabar gerando confusão, e isso é um ponto extremamente negativo. A produção da série tem um bom enredo em mãos, e só precisa saber direcioná-lo com maior cautela.

Quem conhece o universo da autora Clare, sabe o quanto ele é abrangente e o quanto pode se expandir. Dentro da visão de um seriado é isto exatamente que espero, não só para trabalhar pontos que não foram tão abordados nos livros, dando uma nova visão para o leitor já fã da franquia, quanto para acrescentar se necessário, sem claro, estragar o que já é fixo. Assim como é amplo, se guiado de maneira errada, pode se tornar frágil e acabar perdendo totalmente o sentindo esperado. Mas confesso que espero mais mudanças, até porque, quem já leu os livros anseia ver o que leu. Eu, por outro, espero surpresas. Quero impacto e não apenas o que já conheço, por isso, indo na vibe do primeiro episódio, a série tem tudo para ser excelente neste quesito.


Personagens:


Magnus Bane. GENTE, EU SENTI FALTA DO PERSONAGEM NESSE PRIMEIRO CAPÍTULO. o ator selecionado incorporou bem a ideia do personagem, mas sua interpretação não disse o mesmo. Sabemos que ele é sem dúvidas um personagem "espalhafatoso" e dificilmente não seria notado em uma festa. Pois é, a interpretação de Harry Shun Jr. não deu essa ideia. Faltou um ar a mais de "superioridade extravagante". Nas cenas em que apareceu (foram poucas de fato), ele se mostrou muito fechado, e isso definitivamente não é o que eu esperaria de um personagem com as características que citei acima, Eu pelo menos quero um Magnus Bane fazendo graça, ironizando os outros, e se vangloriando pelo seu eu. Então, com certeza este é um aspecto que necessariamente precisa melhorar ou aparecer.

Outro que não me convenceu tanto na interpretação foi Dominic Sherwood, o nosso Jace. Já tive uma visão não tão positiva do ator em Academia de Vampiros, e acho que ele também não passou, pelo menos neste primeiro episódio, a essência principal do personagem, e espero também, um amadurecimento dele.

Os outros por outro lado se mostraram grandiosos. A atriz Katharine McNamara me convenceu muito em seu papel de Clary e com certeza mostra-se aberta a amadurecer muito mais conforme vai se adequando ao personagem no decorrer dos episódio. Além disso, Alberto Rosende, Emeraude Toubia e Maxin Roy foram as estrelas para este começo. Interpretaram bem, assimilaram o personagem e tornaram as cenas em que participarão instigantes *-* Mal posso esperar pelo aprofundamento deles na trama.


Efeitos Especiais:


Bem, não tem como não citar os efeitos especiais não é? ABC com certeza precisa investir neste departamento, não só por Shadowhunters agora, como também por Once Upon a Time. Quando vi que a série seria feita pela produtora, já não esperei coisas grandiosas, por já conhecer sua fama, mas espero que este seja um caso diferente. Sabemos que como é uma primeira temporada, o investimento nunca é muito extravagante devido a chance da série não vingar. Mas tendo o público que já teve, acho difícil uma não renovação para segunda temporada, ou seja, que caso isto aconteça, um maior investimento nos efeitos sejam feitos, pois sabemos, que serão imprescindíveis por todo o longo tempo que o seriado for exibido.


Cenário:

Não foi um elemento que apareceu muito em destaque, já que os principais que queremos conhecer, não se mostraram, mas também espero algo legal. Gostei bastante da ideia da boate Pandemônio ao começo. Ficou digno, sem dúvidas, e bem a maneira que havia imaginado, mas o Instituto em si não me agradou tanto. Não se viu muito do lugar, mas já se percebe-se que não vai parecer com o que se mostra no livro, pelo menos não em aspectos gerais. Pelo pouco que apareceu, nota-se que o da série parece mais um quartel de missões, onde vários Caçadores ficam de prontidão para encontrar sua aventura. Pode ser que o lance de tornar uma espécie de escola em uma central de operações dê certo, caso, claro, seja bem pontuado.

Outro aspecto que achei interessante foi colocar o personagem Valentim em Chernobyl. Com certeza seria um local onde eu esperaria que ele fugisse, longe, desabitado e bastante dark, algo que se adequou a sua personalidade, onde ele parece estar se engaiolando por determinado período.


Em uma sucessão final, o primeiro episódio foi sim promissor e guarda muitas surpresas em seu desenrolar. Erros logicamente aparecem, já que os atores ainda não estão com uma sintonia semelhante, e a trama bem em seu começo, mas tornam-se irrelevante e o seriado diverti e te prende. Sem dúvidas, ainda aposto minhas fichas do ano em Shadowhunters e torço para que ao fim da temporada, os eventos sejam promissores a ponto de instigar futuras continuações. Se você é fã e ainda não conferiu, é uma oportunidade imperdível. Como comentei, houveram sim mudanças; mudanças estas que indicam, com um I maiúsculo futuramente, um maior aproveitamento não só dos personagens, como da trama em seu geral.

NOTA FINAL



15 comentários:

  1. Fiquei maluca para ver, sou fã da serie e fiquei com muita vontade de ver, mesmo sabendo que as vezes muitad coisas não fazem jus ao que lemos, mas nem tudo é igual e parece ser muitooo boa. Logo vou conferir.
    Beijoos.
    http://amordeluaazul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi David!
    Ainda n conferi a série, mas espero fazer isso em breve!
    Eu n li os livros, só vi o filme! Será q vou ficar perdida? Kkk
    Nem me fale dos efeitos da ABC... rs
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!
      Fica não querida. Pode ver a série tranquila, agora é provavel que você tome spolers sobre o livro devido algumas semelhanças

      Abraços
      David
      http://www.olimpicoliterario.com/

      Excluir
  3. Ai gente não sei se o problema sou eu, talvez seja. Mas eu odiei as mudanças, não me convenceu nem um pouco. Se pelo menos os atores fossem bons, mas não gostei também da interpretação deles. E não consigo lidar também com tantas mudanças na estória. Pra mim eles só pegaram a ideia da autora e transformaram em uma versão particular deles da estória. Eu já desisti de adaptações dos Instrumentos Mortais.

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, David!
    Shadowhunters está tendo muito hype.
    No geral, eu curti o primeiro episódio. Mas, ao contrário de você, não achei essa Clary com cara de Clary hahhahahah
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!
      Muita gente não achou. Eu achei que ela interpretou aceitável no primeiro epi, mas se perdeu no segundo. Em suma, cenas emotivas não são o forte da Kat. Ela sempre fica forçada demais chorando.

      Abraços
      David
      http://www.olimpicoliterario.com/

      Excluir
  5. Vou me manter longe dessa série..
    estou com os livros a uma eternidade aqui em casa pra ler, e não ando muito animada, se por acaso assistir a série vou fazer como fiz com TVD e GOT que parei depois que comecei a assistir e estão até hoje abandonados na estante. Apesar disso fico muito feliz em saber que a série causou uma boa impressão.

    https://plus.google.com/117521237618262724175?prsrc=5

    ResponderExcluir
  6. Magnus é aquele personagem que só quer ser e É! Também senti falta desse ar superior nele. Extranhei sim as mudanças, não gostei de algumas, mas acho cedo para chiar e o livro é o livro e a série é a série. Vi os atores muito comprometidos com esse projeto então não quero destruir tudo agora na sesson 1!
    No geral eu ainda não tenho muito o que dizer sobre a série, mas gostei do seu post e vou continuar acompanhando para vê no que dá!
    Ah, só digo uma coisa: a série está sim infinitamente melhor que o filme, vi alguns fãs dizendo o contrario e achei loucura!

    Uma Pandora e Sua Caixa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pandora!
      Pois é. Esse Magnus ai tá muito sem purpurina. Quero ver um desenvolvimento melhor do ator, mas to gostando. O terceiro episodio melhorou muito em questão de interpretação pessoal do cast, mas os efeitos ainda são fais de morrer!

      Abraços
      David
      http://www.olimpicoliterario.com/

      Excluir
  7. Oie,
    adorei seus comentários. O Jacy também não me agradou e Magnus senti falta, mas gostei da Clare, e os efeitos especiais são bem mais ou menos. Quem sabe a coisa melhore.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van!
      Ahh obrigado querida. Fico feliz.
      Realmente, entre Jace e Magnus, a atuação está longe de ser o que a essência do personagem passa nos livros. Mas tenho fé que vai melhorar. Eu pelo menos espero, afinal, quero ver a desenvoltura deles.

      Abraços
      David
      http://www.olimpicoliterario.com/

      Excluir
  8. Oie!

    Nossa, eu e a Carol vamos escrever nossas impressões sobre a série porque... Sério. Ela detestou, e eu não gostei.
    Eu ainda consigo ver que ela pode melhorar, tem potencial e tudo mais; mas não podemos mentir que o piloto foi uma sucessão de eventos e fatos jogados que deixou todo mundo - principalmente quem não leu a série - bem ???
    E em relação a efeitos especiais - poderia ser melhor. Mas acho que isso melhora conforme aumenta a audiência.
    Já em relação aos atores... Eu achei a atriz que fez a Clary acabou fazendo uma personagem com um quê de 'sou mt boa', o Jace não me conquistou e eu achei essa Jocelyn impossível. Ela nunca entregaria uma estela pra Clary, e achei que isso acabou matando um pouco a personagem que a Cassandra tanto lutou pra manter até o último livro... Aquela que era contra a Clary entrar nessa vida até o último instante e tudo mais.
    Os atores que mais me convenceram foram o Alec, o Luke e o Simon. Alguns atores pareceram imaturos, achei uma atuação forçada e fiquei com cara de QUÊPORRA?. Posso parecer chata, mas nossa, poucas séries eu achei tão amadora no quesito atuação, e essa muitos personagens pecaram bastante.

    Eu espero mtmtmt que a série melhore ao longo da temporada, porque vou continuar acompanhando até onde der! Tenho fé que ainda pode ficar realmente bom.

    Beijos,
    Letícia - Caverna Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Le!
      Que tenso :( Fico triste porque não agradou a Ca. Ela adora os livros da Cassie. Uma pena.
      Como eu disse, eu não achei uma perda total, porque nunca espero total fidelidade, e algumas mudanças me são sustentaveis, como a da Jocelyn, como mencionei (que você não gostou). Acho a personagem no livro muito chata exatamente por esse lenga lenga de não deixar a filha fazer as escolhas dela. Preferi ela na série, com todas as diferenças. Mas concordo, o cast precisa melhorar na atuação, mas não apenas o cast. Acho que o principal problema ai está sendo a estrutura da série, o script. Não tem como atuar quando o próprio roteiro não ajuda não é? Isso é sem duvidas um ponto que precisa ser revisto.

      Abraços
      David
      http://www.olimpicoliterario.com/

      Excluir
  9. Eu já comecei mais séries do que posso continuar kkk Mas Shadowhunters, não posso perder. Estou lendo o livro simultaneamente, como ocorreu com GoT e, até o momento, estou gostando. Curti muito os trêa episódios que vi até agora; estou amando esse Simon e também Izzy 💕 Também desejo que os efeitos especiais sejam mais bem trabalhados... Não fizeram jus à qualidade esperada ainda. Eu curti o ator para Jace, mas a ele ainda falta aquela pimentinha da prepotência do Caçador mais charmoso. Espero ver isso se desenvolver no ator ^^
    Thay

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      MEU DEUS, IZZY É MUITO AMOR NA VIDA <3
      Essa mulher me ganhou nos livros e agora vai me ganhar na série com essa atriz linda e incrível.

      Abraços
      David
      http://www.olimpicoliterario.com/

      Excluir

Expresse-se