Resenha #322 - Artistas dos Ossos (Asylum Vol 2.5)!





Título: Artistas dos Ossos
ColeçãoAsylum
AutorMadeleine Roux
Editora: V&R Editoras
Ano2016
Especificações: Brochura | 112 páginas
ISBN: 9788576839583
 Sinopse
Oliver é um adolescente que tenta economizar dinheiro para ingressar na faculdade e deixar para trás a loja de antiguidades de sua família. Mas para garantir seu sonho ele começa a trabalhar para uma organização sinistra, que se denomina “Artistas de Ossos”. Bem, mas dinheiro é dinheiro. Abrindo sepulturas e roubando ossos, ele aceita a missão pensando que isso seria uma fase momentânea, mas descobre que abandonar essa empreitada pode ter um custo muito alto, pois existem algumas dívidas que não podem ser pagas. Assim Artistas dos Ossos é um puzzle importante que faltava para os fãs da série Asylum.
Cortesia V&R Editoras


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************
 



Tensão do começo ao fim, Artistas dos Ossos, livro extra a série de terror psicológico Asylum, é a pedida certa para os fãs de uma narrativa densa e rápida.

Oliver é um adolescente que tem problemas com o lugar onde mora. Louco para sair de seu lar, ele não conseguirá realizar seus anseios se depender da ajuda do pai, por isso, para tentar escapar de sua prisão particular, ingressa em trabalhos realizado para uma organização tenebrosa, conhecida como Artistas de Ossos. Neste serviço, Oliver precisa abrir tumbas e efetivar roubos. No fim, ele não se importa. Tudo o que quer é deixar sua casa e juntar dinheiro suficiente. Mas algumas decisões parecem mais caras do que podemos imaginar. Quando eventos levam Oliver a acreditar que um futuro sombrio lhe aguarda, depois de tudo que fez, estaria ele disposto a pagar o preço? Haveria escapatória dessa organização?

Narrado em terceira pessoa, o livro é curto, mas muito denso, e apesar de não ter um detalhamento tão grande e mais aprofundado sobre sua trama e seus personagens (fato que gostaria que tivesse acontecido), a obra se desenvolve bem e não deixa de cativar. Sua temática é tão sombria quanto esperava, embora nos primeiros capítulos, o ar não seja tão de suspense, e mais puxado para uma comédia básica. O interessante e justamente notar como vão se dando os eventos dentro da construção deste enredo, e como eles vão afetando o protagonista de forma que na metade do livro, a história já se transformou completamente e você está cercado por eventos assombrosos e tensos. A escrita de Madeleine Roux também não decepciona, e envolve o leitor, apesar da velocidade como tudo se dá. Devido a ser um livro extra (ele fica entre o segundo e o terceiro (que a Editora V&R ainda publicará no Brasilda série Asylum), é bem curto nosso espaço de tempo com os personagens, mas suficiente para se deixar seduzir pela trama.

Oliver é realmente um personagem de fases. E também muito atrativo. Embora o enredo ao qual ele esteja envolvido seja bem sombrio, sua personalidade cativa o leitor no momento em que o conhecemos, e torcemos pela sua vitória ao fim, principalmente após conhecer mais de sua história pessoal. Se houve um ponto positivo em relação a obra, é justamente a construção dos personagens. O amigo de OliverMicah também é muito complexo e sua participação na trama foi bem interessante, embora o mesmo não possa ser dito de Sabrina, a personagem que deveria representar o núcleo romance da obra, mas que ao mesmo tempo, não tem quase nem participação, e não é tão bem estruturada, deixando sua presença ofuscada.

Não foi um dos terrores mais assustadores que li, sem dúvidas, mas confesso que me cativou. Sendo uma leitura leve e rápida, Artistas dos Ossos é uma boa aventura, cheia de tensão e alguns picos de adrenalina.



Madeleine Roux nasceu em Minnesota, nos Estados Unidos. Formanda em Escrita Criativa, tornou-se um fenômeno na rede ao publicar em seu blog a série on-line Allison Contra os Zumbis. Asylum é seu romance estréia. Atualmente vive na Califórnia, de onde segue escrevendo. 





Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se