Resenha #323 - O Céu Noturno em Minha Mente!






Título: O Céu Noturno em Minha Mente
AutorSarah Hammond
Editora: Galera Record
Ano2016
Especificações: Brochura | 288 páginas
ISBN9788501104496
 Sinopse
Mikey Baxter tem 14 anos, mas muitas coisas o diferenciam dos outros garotos da sua idade. Para começar, o pai está na prisão e a mãe se recusa a falar sobre o assunto. Ele sabe que, de alguma forma, isso está ligado à cicatriz em sua cabeça e ao fato de ele parecer ter mais dificuldade em entender certos assuntos do que os outros. Quando um misterioso assassinato ocorre em sua cidade e Mikey é o primeiro a chegar à cena do crime, ele não sabe o que pensar. O que o levou até ali? Quem teria matado o morador de rua da cidade, que parecia nunca ter feito mal a ninguém? E quem era o homem caipira que estava nos arredores?
Cortesia Editora Galera Record (Grupo Editorial Record)


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************
  


Intrigante e com uma reviravolta bem semelhante a um dos grandes nomes da atualidade, Mentirosos, O Céu Noturno em Minha Mente é um livro com um toque infantil, mas apresenta uma narrativa densa e fortemente emocionante.

Mikey tem 14 anos, mas muito antes disto, ele sempre se considerou diferente. E não seria apenas pelo fato de seu pai estar preso ou sua mãe se recusar a tratar sobre o assunto com ele. Ele sempre se sentiu único, e de certa forma, a cicatriz misteriosa em sua cabeça parece ser um comprovante disto.

Quando um misterioso assassinato ocorre em sua cidade, Mickey é o primeiro a presenciar a cena do crime, ficando totalmente sem reação ou saber como agir. O mais estranho é que o garoto havia visualizado esta cena, antes, em sua mente, como se conseguisse prever. Mas que tipo de ligação ele poderia ter com esse evento? Que ganho teria uma pessoa em matar um velho morador de rua que não afetaria malignamente ninguém? Quem é o homem na visão de Mickey? Quais respostas estão guardados em sua mente desde o acidente do qual não se lembra?

Narrado em primeira pessoa, o leitor se aproxima do protagonista e conhece mais da sua essência. A trama envolvendo O Céu Noturno em Minha Mente tem um toque de Extraordinário, da autora R.J Palacio, com uma pitada do suspense e confusão contidos em Mentirosos, da autora E. Lockhart. A diferença está justamente na escrita de Sarah Hammond, que apesar de densa, permanece um tanto quanto imatura do começo ao fim, e é justamente este o ponto mais negativo na obra. Embora o personagem passe por muita coisa, presencie muita coisa, Mickey não parece mudar, e continua estacionado da mesma maneira de quando começou o livro. Desta forma, o leitor (eu pessoalmente) não consegui identificar um crescimento do protagonista ou quem sabe um aprofundamento maior em sua personalidade, que passa por tantas empreitadas. Embora o clima da obra parece bem dramática, o enredo em si é muito mais sombrio do que poderia esperar, e fato do personagem agir em alguns momentos como uma criança, tornam este fato ainda mais vívido.

A história de Hammond é interessante, mas não colocaria no topo como minhas leituras favoritas. Na verdade, quando li a sinopse, esperei algo mais sentimental, pessoalmente tocante, e embora o enredo seja fofo, não chega a ter uma carga emocional tão elevada quanto imaginava. Além disso, apesar dos fatos se desenrolarem rapidamente, achei que a obra poderia ter sido mais curta. Quase 300 páginas foram mais do que necessariamente o mistério precisaria, e isso acabou fazendo com que algumas cenas parecessem repetitivas.

A edição, entretanto, ficou linda, de todas as formas, e o visual do livro já ganha você. Com uma capa fofa e extremamente cativante, é um livro que vale a pena conhecer. O mistério central é muito bem amarrado e autora não deixa brechas, sem falar que o leitor vai se surpreender ao solucionar tudo. E se há um ponto realmente interessante é o término da obra, inconcluso, como se o leitor fosse levado a imaginar quais rumos teria tomado a vida e a transformação dos personagens.




Sarah Hammond nasceu e cresceu em Lincolnshire, na Inglaterra, e é apaixonada por livros desde bebê. Formada em direito, foi procuradora em sua cidade por quase uma década, mas então resolveu realizar seu sonho de escrever para crianças e se formou em Escrita Para Jovens na Bath Spa University, Este é o seu primeiro juvenil.





Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se