17 julho 2016

Cinema #13 - Alice Através do Espelho!





Título: Alice Através do Espelho
Gênero: Aventura
Direção: James Bobin
Elenco: Alan Rickman, Andrew Scott, Anne Hathaway, Ed Speleers, Frances de la Tour, Geraldine James, Helena Bonham Carter, Joanna Bobin, John Sessions, Johnny Depp, Karol Steele, Leo Bill, Lindsay Duncan, Matt Lucas, Mia Wasikowska, Michael Sheen, Rhys Ifans, Sacha Baron Cohen, Stephen Fry, Timothy Spall
Roteiro:  Linda Woolverton
Produção: Jennifer Todd, Joe Roth, Suzanne Todd, Tim Burton
Estúdio: Disney
 Sinopse
Alice (Mia Wasikowska) retorna à Inglaterra após uma longa viagem pelo mar. Quando vai a uma festa num casarão, ela percebe a presença de um de seus amigos do outro mundo, que a leva até um espelho mágico. Assim, ela volta ao País das Maravilhas, onde descobre que o Chapeleiro Maluco (Johnny Depp) corre risco de morte após fazer uma descoberta sobre seus pais. Para salvar o amigo, Alice deve convencer o Tempo (Sacha Baron Cohen) a ajudá-la a voltar às vésperas de um evento traumático a fim de mudar o destino do Chapeleiro.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************
 




Doce, fantasioso e com aquele gostinho Disney de ser, "Alice Através dos Espelho" é mais um lindo conto para amar e guarda eternamente.

Alice (Mia Wasikowska) ficou fora por muito tempo. Depois de longos anos viajando pelo mundo no navio de seu pai, ela está finalmente em casa, mas surpresas nada agradável lhe aguardam lá. Sua mãe, desesperada, acabou penhorando a casa onde vivem, e o comprador só entregará novamente os direitos a ela, caso Alice abra mão da embarcação do pai. Em meio a essa confusão, a menina é levada novamente ao País das Maravilhas, onde acaba descobrindo que seu amigo, Chapeleiro (Johnny Depp) não está nada bem. Acontece que ele acredita que sua família está viva, e sua saúde está indo-se lentamente. Agora, para salvá-lo, Alice precisará retornar no tempo, em busca de evitar a grande catástrofe que causou a destruição da família Cartola. Mas ela tem um perigoso inimigo em sua cola, sem contar de sua antiga rival, a Rainha Vermelha, que anseia o poder de controlar o tempo e livrar-se dela completamente.



Abusando dos efeitos especiais e colorindo o mundo criado por Lewis Carroll, "Alice Através de Espelho" é uma GRANDE adaptação de fato, da obra original, e não chega a ter muitos elementos que rementam ao livro, embora a história permaneça, em certos pontos, confusas. O trabalho de Tim Burton sempre me agrada, e me agrada ainda mais tendo um elenco tão seletivamente famoso. Embora a crítica não tenha ido muito com a cara do filme, eu pessoalmente gostei, mesmo que o primeiro seja melhor. Gostava do lado mais sombrio que é apresentado em "O País das Maravilhas". Era justamente aquele cenário que me encantava. Desta vez tudo estava mais vivo, mais quente, menos gótico. Nada contra, mas ainda prefiro o toque diferencial que o diretor teve no primeiro longa. Além disso, embora fofo, o filme em si não trás nada muito inovador, e pelo contrário, promete algo, mas não cumpre com tudo. O ponto mais alto, se pode ser ressaltado, é a amizade de Alice e do Chapeleiro, que em alguns instantes da trama é centralizada. Até mesmo o amadurecimento da personagem fica meio perdido em tantas viagens temporais (causa da maior confusão). Mesmo com tudo isso, o filme não deixa de trazer muito humor e garantir boas gargalhadas.


Outro ponto que não me agradou muito foi a interpretação dos atores. Como já disse, gostei muito do filme, e no geral, é um bom entretenimento, mas nenhuma interpretação, em particular, me cativou. Em especial, depositei minhas esperanças no personagem de Depp, que já tinha me agradado desde o primeiro filme. Infelizmente, dessa vez ele ficou muito ofuscado, e embora a história remeta a sua participação, acabou que foi tanta coisa em um filme só, que o ator não teve tempo para mostrar mais de si, contando-se os momentos de sua atuação

Fora isso, o longa tem bons efeitos visuais e cativa o telespectador justamente pelos momentos de ação e aventura, que não param um só instante. Mesmo sem focar muito em aprofundamento, "Alice Através do Espelho" é bom filme. Só estava, aparentemente, muito mal estruturado.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse-se