31 agosto 2016

Resenha #77 - Um Mundo Melhor (Brilhantes Vol 2)!





Título: Um Mundo Melhor
Coleção: Brilhantes
Autor: Marcus Sakey
Editora: Galera Record
Ano: 2016
Especificações: Brochura | 420 páginas
ISBN: 9788501071590
 Sinopse
Pessoas com poderes especiais numa trama que envolve conspiração, política e terrorismo. O aguardado segundo volume da série Brilhantes. Nick Cooper lutou para que os brilhantes, parcela da população dotada de habilidades incomuns, fossem aceitos e integrados na sociedade até uma rede terrorista, liderada por brilhantes, atingir três cidades e deixar o país à beira de uma guerra civil. Cooper é brilhante e agora também consultor do presidente dos Estados Unidos, e contra tudo o que os terroristas representam. Porém, conforme o país descamba para o caos, ele se vê forçado a participar de um jogo que não aceita perdedores, pois seus oponentes têm uma visão particular de um mundo melhor.
Cortesia Editora Galera Record (Grupo Editorial Record)

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************



Depois da emblemática estreia da saga 'Brilhantes' (como também é chamado o primeiro livro), Marcus Sakey vem com a continuação em 'Um Mundo Melhor'. Novamente, ele acertou em tudo, pois depois de você ler o primeiro livro e achar que as coisas não podiam piorar mais entre os brilhantes e os humanos, você descobre no novo volume que as coisas podem (e vão) piorar muito mais. 

Para quem não acompanhou o primeiro livro, 'Brilhantes' conta a história do surgimento de uma nova espécie no meio da humanidade (tipo um salto evolucionário dos seres humanos), mostrando sua aceitação na sociedade humana. Essa espécie é denominada pelos cientistas como “brilhantes” e eles possuem habilidades especiais, como: talento matemático, detectar mentiras através de reações corporais, memória fotográfica, entre outros dons ligados a cognição humana e suas capacidades (nada parecido com os X-men). No cenário, acompanhamos Nick Cooper, um agente “brilhante” do governo que possui a capacidade de traçar padrões de comportamento humano, e a sua tentativa de evitar uma guerra mundial entre os “brilhantes” e os humanos. 

No novo livro, 'Um Mundo Melhor', seguimos com as consequências do final do primeiro livro (que eu evitarei contar para não dá spoiler), que levaram Nick Cooper a se tornar o conselheiro particular do presidente dos Estados Unidos. Isso ocorre porque a guerra que devia ser apaziguada após o fim do volume anterior, tornou-se pior e uma nova organização terrorista constituída por “brilhantes”, denominada Filhos de Darwin, está matando seres humanos queimados. Nessa nova aventura, personagens importantes de 'Brilhantes' estão de volta para auxiliar (ou não) Cooper nessa batalha para evitar a grande guerra entre as espécies hominídeas mais evoluídas do planeta Terra. 

Os aspectos literário de 'Um Mundo Melhor' retomam toda a maestria de Sakey em 'Brilhantes', em que o enredo é algo completamente eletrizante, entretanto, tem uma pegada diferente do primeiro livro, pois o leitor é defrontado com vários pontos de vista no grande ato (por mais que Cooper ainda continue sendo o principal nisso tudo). O conflito é visto tanto pelo olhar dos governantes, através da narrativa focada em Cooper, quanto do ponto vista do povo e dos grupos de “brilhantes”, em que é escolhido personagens “aleatórios” na história (prefiro deixar em segredo para não dá spoiler dos novos personagens e o seu peso dentro do cenário). Essa mudança para mim enriqueceu muito o livro, pois o enredo sendo desenvolvido pela visão de Cooper era muito legal, entretanto, ver a visão de outros personagens torna o campo do leitor mais imparcial diante dos acontecimentos. 

Novamente, a narração é feita em terceira pessoa, porém, sempre segue algum personagem da obra que está em evidência. Nesse ponto, Sakey acertar mais uma vez em sua escrita, pois ele consegue descrever e imprimir características dos personagens mesmo em uma narrativa em terceira pessoa. Como exemplo, podemos falar dos capítulos focados em Cooper, nos quais o leitor consegue observar a minúcias da capacidade do personagem em traçar padrões de comportamento nas pessoas a sua volta. Essa forma de escrever de Sakey mostra para mim a versatilidade do autor, pois ele ousa escrevendo em terceira pessoa, porém, consegue tornar claro para o leitor cada característica de cada personagem que está sendo acompanhado. 

Fora esses aspectos, 'Um Mundo Melhor' usa bastante de um recurso existente em 'Brilhantes', porém, de uma forma muito mais interessante, que são os recortes de jornais e revistas, no qual são apresentados fatos da sociedade em questão. No primeiro volume, era comum se ver manchetes pequenas, mas, em nessa continuação, o leitor tem acesso a entrevistas de celebridades e pessoas ligadas aos acontecimentos da obra, fazendo com que tenhamos uma amplitude melhor do cenário do livro. 

Sobre a editora, novamente a Galera Record foi muito cuidadosa em desenvolver a edição do livro, pois ficou muito bem organizada. Os recortes de revista e jornal soltos em meio a obra foram expostos usando os recursos de edição próprio a cada um dos contextos, além estarem realmente organizados em meio aos capítulos, conseguindo auxiliar a leitura e a compreensão do cenário. Além da capa, que não é a mesma que a original, porém, segue o mesmo modelo da primeira edição lançada aqui no Brasil, na qual, como comentei na resenha de 'Brilhantes', permite diversas interpretações do leitores ligadas a obra. 

Minha avaliação para 'Um Mundo Melhor' não poderia ser outra, senão, cinco estrelas, pois realmente gosto da forma como o Sakey escreve e prepara os acontecimentos de sua obra, além dele conseguir desenvolver personagens interessantes dentro desse novo universo. A forma como ele estende a capacidade humana sem precisar de usufruir de poderes sobrenaturais, para mim é algo realmente apaixonante, pois ele evidencia o quanto o cérebro humano é potente e o peso social que a tão esperada evolução poderia causar. Estou esperando ansiosamente pela continuação da saga (que eu fiquei sabendo que já saiu nos EUA), pois faz bastante tempo que o Cooper está no hall dos meus personagens prediletos e eu preciso saber como vai terminar tudo isso (URGENTEMENTE).



Nascido em Michigan, Marcus Sakey trabalhou como publicitário por dez anos antes de se tornar escritor. Seu trabalho já foi indicado a diversos prêmios, dentre eles o Strand Critics, o Reader's Choice e o ITW Thriller Awards. Também é roteirista e apresentador de Hidden City, um programa de turismo do Travel Channel. Atualmente, vive em Chicago com a esposa e a filha.



16 comentários:

  1. Adorei a resenha e a forma que expõe sua percepção.
    Esse não é meu tema favorito, mas acabei ligando alguns trechos do que você disse sobre o livro com o enredo de Divergente e provavelmente leveria com entusiasmo a Saga Brilhantes. rs
    Resenha legal. 😊
    www.eupraticolivroterapia.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiii, tudo bem?
    Parabéns por essa resenha incrível, mas infelizmente a obra em si não despertou nenhum pouco meu interesse além do mais é mais de um livrinho, então perdeu pontos comigo hauahuahauahua mas vou indicar pra algumas pessoas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Desde o lançamento do primeiro livro que quero ler essa série, as capas são lindas e ambos muito bem elogiados, adorei a premissa de super poderes e uma trama bem desenvolvida. Com certeza irei ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    estou de olho nessa saga, espero começar em breve.
    Eu fiquei bastante curiosa com a escrita do autor, realmente deve mesmo ser algo apaixonante, eu fiquei assim só pelo modo como você descreveu.
    Espero mesmo conseguir em breve experimentar dessa escrita.
    Parabéns pela resenha.

    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu não conhecia e quando vi a capa e o título eu não me animei, mas lendo a resenha eu percebi que a trama me deixou muito curiosa e fiquei interessada para acompanhar e saber um pouco mais.

    ResponderExcluir
  6. Olá. Já tinha visto esse livro, mas não tinha dado muita importância para ele. Agora vejo que estava perdendo uma ótima leitura. Vou anotar para ler depois.

    ResponderExcluir
  7. Oi, que livro bacana, eu não li nem o primeiro volume mas já gostei muito de saber sobre a variedade de características dos personagens e a inserção dos recortes de jornais também me deixou muito intrigada, espero poder ler e gostar.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu ainda não li o primeiro livro, mas quero muito!
    A premissa dos dois livros me chamam a atenção e gostei de saber que nesse segundo o enredo é eletrizante! Adorei saber que possui outros pontos de vista que enriquecem a obra e tô curiosa para conferir esses recortes de jornais e revistas.
    Dica anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá
    muito legal a resenha e a série parece ser boa mas fujo de fantasias por preferir outros gênero, mesmo assim muito legal sua resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito da sua percepção do livro. Tenho Brilhantes aqui em casa mas ainda não tive a oportunidade de ler.
    Gosto dessa perspectiva que o autor transporta o leitor e espero gostar da leitura. Fico feliz em saber que já tem a continuação, assim, se me envolver o com a obra, já posso ter a continuação.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  11. Oie, que resenha maravilhosa, parabéns antes de tudo, é muito dificil escrever uma resenha de continuação tõ boa quanto a sua e sem spoiler nenhum.
    Adorei o livro, adoro esse ar de distopia e o fato de eles não terem poderes sobrenaturais e sim poderes que um ser humano normal pode desenvolver, irei com certeza dar uma chance ao livro

    ResponderExcluir
  12. Olá Glauber que resenha maravilhosa!!
    Fiquei encantada :o
    Não conhecia esse livro e sinceramente agora eu quero muito ler!!

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Essa é a segunda resenha do livro que leio e fiquei encantada.
    Sempre fico feliz quando leio uma resenha onde o resenhista informa que o autor soube trabalhar bem os personagens. Eu curto livros em primeira pessoa, mas acho que encararia esse em terceira. A premissa do livro é muito boa. Espero ler o livro em breve.

    ResponderExcluir
  14. Hi baby, tudo bem? não conhecia o livro e apesar de não ser meu tipo de leitura achei muito interessante, talvez eu dê uma chance já que adorei sua resenha e sua escrita!

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Oi,
    Não conhecia os livros, mas fiquei encantada e curiosa. Muito bom saber que o autor consegue escrever tão bem, conseguindo deixar o leitor apaixonado e ainda tem personagens marcantes.
    Parabéns pela resenha
    beijos
    Daya

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Até agora só li uma resenha do volume anterior, e mesmo achando interessante ainda não tive a oportunidade de ler. Achei a capa desse livro muito linda e a premissa é muito boa, mas como não li o anterior, deixarei a dica passar por agora.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Expresse-se