Resenha #358 - Tudo e Todas as Coisas!




Título: Tudo e Todas as Coisas
Autor: Nicola Yoon
Editora: Novo Conceito
Ano: 2016
Especificações: Brochura |304 páginas
ISBN: 9788581637884
 Sinopse
Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************



Fofo, inspirador e com uma reviravolta completamente inesperada.

A vida é dom, não se esqueça de vivê-la!


Maddy sempre viveu na sua bolha e isso nunca foi um problema. Isolada de tudo e todos, ela basicamente tem uma doença rara que lhe causa uma alergia ao mundo. Por isso, sempre observou tudo de muito distante, mais exatamente, através de suas janelas brancas, seus livros esterilizados ou das histórias que sua enfermeira e sua mãe lhe contaram. Mas isso está para mudar. A chegada de um vizinho pode causar a bagunça que ela não esperava. Quando Oliver aparece em sua vizinhança ela tem duas plenas certezas: nada mais será igual e ela se apaixonará perdidamente por ele.

Nicola Yoon tem uma escrita sutil, poética e cheia de referências. Nas páginas de sua obra somos guiados a nos apegarmos a seus personagens antes mesmo de conhecê-los. São poucos minutos antes que você se veja completamente apaixonado por todos, até aqueles que você não conhece. Com descrições precisas e momentos que causam um alivio na tensão que o livro pode trazer devido a temática mais "pesada", 'Tudo e Todas as Coisas' é um livro sobre crescimento, escolhas e verdades inquestionáveis. A obra trata com muita poesia sobre as transformações da vida, relacionamentos (familiar ou romântico) e da vida no geral, sempre trazendo lindas comparações com obras marcantes da literatura como 'O Pequeno Príncipe' ou obras de arte. Uma junção de sentimentos, aquarelas e palavras.

Às vezes você faz coisas pelos motivos certos e outras pelos motivos errados. Há ainda aquelas vezes em que é impossível saber a diferença.

Fico mais forte a cada dia que passa. Nada mais dói, a não ser meu coração, mas estou tentando não usá-lo. Mantenho as cortinas fechadas. Leio meus livros. Os existencialistas e os niilistas. Não tenho paciência para livros que fingem que a vida tem um sentido. Não tenho paciência para finais felizes.

Narrado em primeira pessoa, o romance vem cheio de variações na narrativa, alterando de algo mais pessoal como um monologo da personagem Madeline para conversas que beiram um diálogo via bate-papo. Com algumas ilustrações bem sutis, a obra está recheada de uma beleza estética. Com certeza a edição da Editora Novo Conceito é um ponto muito bom. Além do papel utilizado, os pequenos detalhes que marcam algumas folhas, tornam a leitura ainda mais imersiva.

A construção de personagens da autora não é menos que brilhante. Eu pessoalmente me apaixonei por Maddy desde as primeiras páginas. Sua forma positiva de avaliar a situação a qual vive, fugindo do clichê da menina que reclama da vida pela suas limitações. Pelo contrário, ela se mostra muito otimista, sempre cheia de vida e muito afetiva. Suas decisões sempre impulsivas tornam a leitura instigante. 

O mesmo pode ser dito de Olly, mais um par romântico inesquecível. O romance deles não é idealizado, perfeitinho, e apesar do foco ser Maddy, a autora deixa bastante espaço para trabalhar os dramas pessoais dele. Sua maneira de pensar, a coragem, a forma de se comportar, tudo fez com que eu me identificasse com ele e me cativasse pela sua trajetória.

Em suma, 'Tudo e Todas as Coisas' foi uma leitura reconfortante, que enche o coração de esperança e de belas palavras. Yoon criou um mundo mágico e idealizado para depois de cristalizá-lo, rompê-lo lentamente, conforme seus personagens vão evoluindo e se transformando. Fofo e romântico, é quase impossível não se apaixonar.





Nicola Yoon nasceu na Jamaica (a ilha) e no Brooklyn (parte de Long Island). Atualmente vive em Los Angeles, Califórnia, com seu marido e sua filha. Antes de escrever, fabricava jóias. Everything, Everything é seu primeiro romance.





Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se