27 abril 2017

Resenha #134 - Cress (As Crônicas Lunares Vol 3)!





Título: Cress
Coleção: Crônicas Lunares Vol 3
Autora: Marissa Meyer
Editora: Rocco
Ano: 2015
Especificações: Brochura | 496 páginas
ISBN: 13: 9788579802447
 Sinopse
Neste terceiro livro da série Crônicas Lunares, Cinder e o capitão Thorne estão foragidos e agora levam Scarlet e Lobo a reboque. Juntos, eles planejam derrubar a rainha Levana e seu exército. Cress talvez possa ajudá-los. A garota vive aprisionada em um satélite desde a infância, com a companhia apenas de telas, o que fez dela uma excelente hacker. Coincidência ou não, infelizmente ela também acabou de receber ordens de Levana para rastrear Cinder e seu bonito cúmplice. Quando um ousado plano de resgatar Cress dá errado, o grupo se separa. Cress enfim conquista a liberdade, mas o preço a se pagar é alto. Enquanto isso, Levana não vai deixar que nada impeça seu casamento com o imperador Kai. Cress, Scarlet e Cinder talvez não tenham a intenção de salvar o mundo, mas muito possivelmente são a última esperança do planeta.
Cortesia Editora Rocco 

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************



UM VOLUME MELHOR QUE O ANTERIOR

E a cada página me apaixono mais e mais pelo universo criado pela autora Marissa Meyer. 'As Crônicas Lunares' é um aperitivo delicioso para os fãs de uma excelente fantasia, repleta de clichê, romance, ação, aventura, distopia e tudo que você pode pensar em gostar, separados e bem encaixados em uma trama com personagens inusitados, cômicos, irônicos, fortes e memoráveis. Com certeza vou sentir saudade ao final da saga. Sendo assim como não amar 'Cress', terceiro volume?


Cinder continua sua busca por respostas. Depois de todas as confusões durante sua fuga e o ultimato da rainha Levana, ela se vê novamente sem chão ou caminho para saber qual passo dar a seguir. Até que inesperadamente uma luz surge. Aprisionada em um satélite há anos, Cress vive sua vida sonhando com o dia que irá finalmente ser uma pessoa normal, não vivendo apenas com computadores e códigos. Vítima da tirana rainha, ela torna-se hacker para tentar encontrar uma maneira de escapar e essa maneria pode estar mais próxima do que ela imaginava. Contactando Cinder, ela aguarda ansiosamente seu resgato, mas um imprevisto pode alterar seus planos e as retas da luta final contra Levana podem estar prestes a se iniciar.

Narrado em terceira pessoa, novamente o núcleo de narrativas é separado pelas duas grandes estrelas da obra: Cress e Cinder. Ambas estão tentando provar seu valor e correndo um caminho para encontrar sua liberdade.

Às vezes parece que todo mundo ao meu redor está fingindo.

'Cress' foi sem dúvidas o melhor volume da série até agora para mim. Além de contar com uma parte mais eletrizante que a anterior, tendo ação por cima e de ação e capítulos que realmente fazem você perder o fôlego, a obra ainda reforçou os laços dos personagens, explorou a nova protagonista muito bem e forneceu respostas a todos os enigmas levantados anteriormente. A sequência e estrutura narrativa de Meyer é impecável. Seus personagens são sempre muito verdadeiros em seus sentimentos, tocando o leitor incontáveis vezes com seus dramas super condizentes ao contexto.

A cada volume fica mais difícil escolher personagens favoritos, já que todos estão sendo maravilhosos para mim, contudo com certeza destaco 3. Primeiramente Cinder. Desde o primeiro que gosto dela, mas o leitor vai notando o crescimento dela no desenvolver da trama. Sua garra e determinação, a ironia, fazem dela uma pacote recheado de surpresas. Em grande número de cenas desse volume, ela rouba os holofotes só para si.

O segundo personagem é ninguém menos que Thorne. Esse talvez seja o melhor personagem masculino da série. Sua graça, sacarmos e tiradas são sempre um alívio cômico dentro da obra, trazendo muito humor e um romance apaixonante. A forma como ele ganha um laço com a personagem que irá ser seu par também me conquistou. Nada me pareceu forçado. Pelo contrário, tudo acontece com tanta naturalidade. Capitão Thorne é com certeza impagável.

Por fim, a terceira e não menos importante é a robô Iko. Essa personagem me segue desde o primeiro livro também, tendo as melhores falas e diálogos. Sua assertividade, destreza, inteligência e ar engraçado trazem todo um diferencial para trama, sem contar que até os momentos mais sérios tornam-se mais felizes quando ela aparece.

Entretanto, não ignore os outros personagens. Cress por exemplo é muito diferente do que eu poderia esperar e me apeguei muito a ela, principalmente por sua história ser a mais triste e pesada até o momento. Falando de abuso e carcere privado, essa personagem traz uma carga forte para dentro da série e emociona você conforme vai crescendo na trama e se transformando em uma peça muito importante nesse verdadeiro jogo de xadrez (pois é, Marissa Meyer está jogando comigo). Claramente que para um vilão implacável como Levana, era preciso uma equipe igualmente equiparável, e nesse aspecto, a autora não falha um só instante. 'Cress', como já mencionei, foi uma paixão enlouquecedora; uma leitura avassaladora. Com seus plots bem esquematizados, deixa um gancho para o gran-finale que aguardo ansiosamente. 

Dica final: PARE TUDO QUE ESTIVER FAZENDO E VÁ LER AS CRÔNICAS LUNARES!


Marissa vive em Tacoma, Washington, com o seu noivo e dois gatos. Além de uma leve obsessão por livros e escrever, é uma grande degustadora de vinhos e caçadora de antiguidades. CINDER, seu romance de estréia, é uma nova visão futurística da Cinderela em que Cinder é uma cyborgue mecânica.



2 comentários:

  1. Oi, David!
    Eu não conheço essa série, mas gostei bastante da sua resenha e fiquei curiosa. Vou futucar os outros livros e ver se eu leio. ^^
    Beijo

    Canastra Literária | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  2. Oi Dani
    Procure mesmo. É maravilhoso 😍

    Abraços
    David
    Território Geek Nerd

    ResponderExcluir

Expresse-se