16 junho 2017

Resenha #147 - Juntando os Pedaços!





Título: Juntando os Pedaços
Autora: Jennifer Niven
Editora: Editora Seguinte
Ano: 2016
Especificações: Brochura | 392 páginas
ISBN: 13: 9788555340246
 Sinopse
Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Um abraço em forma de livro. É assim que eu descreveria 'Juntando os Pedaços'. Esse livro me abraçou do começo ao fim com uma história tocante, personagens fortes e determinados e toda uma gentileza na hora de conduzir os mais diversos temas.


Na trama iremos acompanhar a história de dois personagens distintos. Por um lado temos a Libby, que tenta sobreviver a mais um dia na escola enquanto aguenta as provocações dos colegas por ser gorda, e enfrenta a difícil tarefa de tentar lidar com a morte da mãe. Por outro, temos Jack, que descobriu que possui uma doença rara que faz com que ele não reconheça o rosto das pessoas. Esses dois personagens vão interagir e interligar suas histórias, enquanto um tenta ajudar o outro em uma verdadeira jornada de descobrimento.

Eu me identifiquei com a Libby do começo ao fim. Eu sentia tudo o que ela narrava; experimentava cada decepção ou conquista que ela conseguia. Apesar de trazer um tema que provavelmente deveria torná-la frágil, em momento algum ela parece fraca. Pelo contrário: em grande parte a mensagem que personagem traz de se aceitar e extremamente positiva. É muito singela. Foi o ponto da obra que mais me embargou.

Os romances de Niven são sempre intensos para mim, e acabo mergulhando em seus personagens. A construção do par romântico não só é muito bem feita, como os personagens crescem individualmente, tendo seus momentos distintos dentro da obra. E o final é muito realista, cru, de forma que todos os acontecimentos parecem realmente possíveis, mesmo fora da literatura. Niven cria todo um ambiente realístico que envolve o leitor em dramas e confusões inteligentes.

Foi o primeiro livro sobre gordofobia que li e posso afirmar: preciso ler mais sobre. Sem dúvidas, um YA que já está na lista de favoritos da minha vida. Com quotes marcantes, 'Juntando os Pedaços' é um livro carregado de emoção e uma mensagem extremamente positiva sobre aceitar quem você é e não se importa com a opinião dos outros; só tentar ser feliz como você quer ser.


É autora de quatro romances para adultos - American Blonde, Becoming Clementine, Velva Jean Learns to Fly e Velva Jean Learns to Drive -, três livros de não ficção - The Ice Master, Ada Blackjack e The Aqua Net Diaries - um livro de memórias sobre suas experiências no ensino médio. Apesar de ter sido criada em Indiana, hoje vive com o noivo e três gatos em Los Angeles, seu lugar preferido para andanças. Seu sucesso recente é o livro YA Por Lugares Incríveis, publicado pela Companhia das Letras, pelo selo da Seguinte. Ele terá sua adaptação para o cinema a partir de março/2016 e será lançado em 2017. Em 2016, a autora também lança seu segundo livro YA. Para mais informações, acesse o site oficial, ou encontre-a no Facebook.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse-se