Resenha #212 - A Libélula no Âmbar (Outlander Vol 3)!





Título: A Libélula no Âmbar
Coleção: Outlander Vol 3
Autora: Diana Gabaldon
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Especificações: Brochura | 880 páginas
ISBN: 
13: 9788580417890
 Sinopse
Dois personagens inesquecíveis - Claire Randall e Jamie Frazier - estão de volta com uma história de aventura e amor que atravessa séculos...
Claire Randall guardou um segredo por vinte anos. Ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, envoltas em brumas e mistério, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento. É chegada a hora de contar a verdade sobre um antigo círculo de pedras, sobre um amor que transcende as fronteiras do tempo... e sobre o guerreiro escocês que a levou da segurança do século XX para os perigos do século XVIII.
O legado de sangue e desejo que envolve Brianna finalmente vem à tona quando Claire relembra a sua jornada em uma corte parisiense cheia de intrigas e conflitos, correndo contra o tempo para evitar o destino trágico da revolta dos escoceses. Mesmo com tudo o que conhece sobre o futuro, será que ela conseguirá salvar a vida de James Fraser e da criança que carrega no ventre?

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************


Um amor que cruza fronteiras temporais e arrebata nosso coração. Em 'A Libélula no Âmbar' segundo tomo de mais volume da série 'Outlander', Claire Randall Jamie Fraser retornam encantando cada página com um sentimento infinito de apego e carinho.

Claire guardou um segredo por vinte anos, mas ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento.

Mal sabe Brianna que um antigo círculo de pedras, um amor que transcende as fronteiras do tempo e um guerreiro escocês, que a levou sua mãe, da segurança do século XX para os perigos do século XVIII, são provavelmente a causa de seu nascimento. Mal sabe ela do legado de sangue que precisará manter para impedir que um destino trágico recaia sob as intrigantes e ameaçadas cortes parisiense. Claire precisará correr contra o tempo se quiser salvar o homem que ama e a criança que jurou proteger.

Diana Gabaldon tem uma escrita que beira o poético, sempre ressaltando as belezas e grandezas de um século recheado de tristeza e batalhas trágicas. Nas linhas de sua história, vemos com clareza a luta de um herói épico e controverso a sua época, algo que me fascina e encanta desde o primeiro livro da série. Tratando-se de um livro grande e com um número considerável de páginas, 'A Libélula no Âmbar Tomo 2' é uma leitura repleta de plot twits explosivos e marcantes que vão prendendo o leitor mais e mais a cada página.

Claire é forte, destemida, poderosa, tornando se uma presença marcante e inapagável dentro da trama. Suas cenas de resolução, os diálogos do casal, a forma como age nas mais infinitas situações, tornam ela uma das minhas heroínas favoritas. Ela não só encanta o leitor com diversas atitudes admiráveis, como você também se compadece de seu sofrimento e luta para salvar as pessoas que mais ama.

O mesmo posso dizer de Jamie. Ele é espetacular; mesmo bruto (se considerarmos a época da obra faz um pouco de sentido), ele consegue intercalar entre o mais gentil ao mais feroz, sem perder sua essência ou transformar o romance em algo chato e unilateral.

Fiquei surpresa com o desfecho desse livro, não devo negar. E apesar de as primeiras páginas serem um pouco paradas, a leitura se desenvolve com facilidade e fazem as  folhas voarem. 'A Libélula no Âmbar' é uma aventura fantásticas com um romance que centraliza não só o casal, mas também o amadurecimento de cada personagem separadamente.


Escri­tora ame­ri­cana de ascen­dên­cia mexicano-​americana e inglesa. Gabal­don é autora da famosa série Outlan­der. Os seus livros são difí­ceis de cata­lo­gar den­tro de um género espe­cí­fico, pois con­têm ele­men­tos de fic­ção român­tica, fic­ção his­tó­rica e fic­ção cien­tí­fica (sob a forma de via­gens no tempo). Os seus livros já foram publi­ca­dos em 23 paí­ses e tra­du­zi­dos para 19 lín­guas.



5 comentários

  1. Oi, Thamyris! Tudo bom?
    Faz tanto tempo que eu li A Libélula no Âmbar que socorro! I have no memory of this place.
    Lembro que li esse calhamaço bem rápido, considerando o tamanho, porque a Diana tem essa capacidade de prender a gente na trama e nos personagens de tal maneira que é impossível de largar. E MEU DEUS como sofri com a Claire e o Jamie na maior parte do tempo; otpzão lindo cheio dos dramas <3

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, Thamyris.
    Eu só vejo elogios a essa série e como gosto do gênero queria muito ler. Mas quando vejo o preço dos livros acabo desistindo hehe. Se algum dia rolar alguma promoção bem legal talvez eu leia eles.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Eu bato palmas para todos que conseguem ler essas série, porque é cada calhamaço que essa autora escreveu kkkk. Mas a história é bem interessante..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi
    eu tenho curiosidade de ler os livros, pois sempre falam bem e nem assisti a série ainda, mas pela quantidade de livros e o tamanho deles da um pouco de desanimo, mas que bom que curtiu a história.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Nossa, essa série de livros é grande em vários sentidos haha.
    Eu espero ler futuramente, vi um pouco da série de tv e curti.
    E achei o Jamie de lá espetacular também hehe

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir

Expresse-se