Resenha #249 - Grey (Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian Vol 1)!




Título: Grey
Coleção: Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian Vol 1
AutoraE.L James
Editora: Intrínseca
Ano2015
Especificações: Brochura | 528 páginas
ISBN: 13: 9788580577730
 Sinopse
Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo.
Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido.
Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece?

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************


Não tive interesse em ler o livro na visão de Ana, mas depois de assistir os filmes fiquei com vontade de conhecer um pouco mais de Grey. A curiosidade me levou até esse livro e eis que fiquei surpresa. Não tendo lido a trilogia original, 'Grey' foi uma leitura melhor do que o esperado.

Antecipadamente, confesso que tinha uma visão do personagem, achando-o meio louco, possessivo, desequilibrado e controlador, mas depois de conhecer seus pesadelos e como foi sua infância pude entender o porque dele ser assim; seu medo de ser amado e amar. Seus traumas infantis são pesados e densos. E eu me envolvi por eles.

'Grey' trás em sua trama os mesmos acontecimentos de 'Cinquenta Tons de Cinzas', primeiro volume da trilogia, sendo desta vez narrado pela visão do personagem masculino.

Gosto do contato dela, de tocar nela. Ela é um bálsamo para meu espirito tumultuado.”

Narrado em primeira pessoa, a autora dá uma nova roupagem para as características já conhecidas do personagem. Fiquei surpresa com às vezes em que li sobre o protagonista se olhar no espelho e chamar-se de monstro, se depreciando. Mesmo depois de tudo que ele fez de diferente em seus "relacionamentos” anteriores, ainda sim, não é suficiente. E.L James cria uma complexidade enorme em um verdadeiro jogo psicológico. São tantos traumas, tantas dores. Definitivamente esse não é um livro fácil de digerir. As passagens são pesadas, profundas. O leitor percebe o quão entranhadas estão as cicatrizes no personagem e como isso o afeta.

Uma das razões pelas quais pessoas como eu entram nessa é o fato de gostarmos de sofrer ou de causar sofrimento.”

Na visão dele, até mesmo o relacionamento complicado, torna-se mais tolerável, menos abusivo. Ana é como se fosse seu porto seguro. Quando esta com ela, tudo muda para ele; sem pesadelos, sorrisos, tem atitudes diferentes, torna-se uma pessoa melhor.

Eu me sinto cheio de vida desde que a conheci. Essas últimas semanas foram os mais excitantes, os mais imprevisíveis e fascinantes da minha vida. Fui instigado a sair do meu mundo monocromático para um mundo rico em cores.”

Apesar do foco principal ser ainda o sexo, afinal, estamos falando de um livro erótico, a trama vai muito além disso e o personagem é definitivamente o ponto mais forte. Não só gostei da abordagem da autora, como também dos dramas narrados e experienciados. São intensos e fervorosos.

Dessa forma, gostei muito de conhecer os segredos mais profundos de Christian, tendo curtido muito a vibe de 'Grey'. Estou com muita vontade de ler os próximos, mas ainda não decidi. Trazendo dramas interessantes e cenas picantes de tirar o fôlego, a classificação é nada menos, nada mais do que quatro estrelas.



EL James é o nome de guerra de uma jovem escritora que se tornou um fenômeno literário que assinala um marco na Era Digital. A consagração veio há pouco, quando ela apareceu no topo da lista dos bestsellers do NY Times, na soma de livros de papel e livros eletrônicos. Em dose tripla. James fez uma trilogia, como Stiegg Larsson.
Primeiro, ela surgiu na internet, pelas mãos de uma pequena editora americana. Depois, o enorme sucesso a empurrou para o papel. Agora, ela vai também para o cinema: a Universal comprou os direitos. Importante: a arrancada foi na base do boca a boca. Não houve campanhas de publicidade.




12 comentários

  1. Olá,
    Eu só li o primeiro do outro, e infelizmente, não curti muito.
    Como não me despertou nenhuma simpatia com esse personagem, acredito que ler um POV dele, me sentiria lendo um diário de um serial killer.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nana,

      Ele gosta de bater nas mulheres, mas não chega ser um assassino, é tudo para o prazer dele e dela. Kkkkk

      Até mais,
      Elizane

      Excluir
  2. Oi! Eu até tenho os livros, mas não me animei para ler. Eu comprei na época do lançamento, mas o pessoal falava tanto que acabei sabendo a história sem ler e deixei a leitura de lado. Bjos!! Cida
    Moonlight Books
    ´

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cida,

      Tbm fiquei sabendo da história na época e perdi a vontade, mas fiquei curiosa depois de ver os filmes e perceber as atitudes dele fiquei querendo saber mais.

      Bj
      Elozane

      Excluir
  3. Olá, Elizane.
    Eu li as duas versões e ainda continuo achando o Grey um escroto. Nada justifica, passado nenhum justifica a pessoas agir como ele age no presente. Infelizmente passado traumático é a resposta de várias autoras para os mocinhos tratarem as garotas como lixo. Mas a leitura é tão viciante quanto a dos livros originais.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sil...

      Concordo com Vc que tem momentos que ele é um fdp, mas esse é o único motivo que fazem as pessoas ser como é quem são, o passado.

      Bjs...
      Elizane

      Excluir
  4. Oi, Elizane!
    Eu li só na visão da Ana e não quis ler na visão do Grey, mas todo mundo diz que realmente na visão do Grey o livro é bem melhor.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza...

      Gostei da visão dele por não ser tão aromatizado, apesar dele ser bem romântico em vários momentos.

      Bjs...
      Elizane

      Excluir
  5. Oi Elizane, tudo bem? Infelizmente vou lerei, acho que já saturei da história, mas gostei de saber que vc gostou, ao que parece mostra melhor o ponto de vista de Grey!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mi...


      Gostei de ver seja dramas e consegui entender o motivo dele ser assim.

      Excluir
  6. Oi, Elizane

    Eu não tenho curiosidade pra ler a história na versão dele não, vou ficar apenas com a história pelo POV da Anastasia mesmo.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Tami...

    Comigo já é ao contrário, não tenho vontade de ler a história na perspectiva dela.

    Bjs
    Elizane

    ResponderExcluir

Expresse-se