Resenha #256 - Sem Coração!






Título: Sem Coração
AutoraMarissa Meyer
Editora: Rocco
Ano2018
Especificações: Brochura | 416 páginas
ISBN13: 9788501115553
 Sinopse
Um dos principais nomes no concorrido segmento de literatura jovem atual, Marissa Meyer recria o passado da famosa Rainha de Copas, personagem do clássico Alice no País das Maravilhas, no aguardado lançamento Sem coração. Conhecida pela série Crônicas Lunares, na qual reconta tradicionais contos de fadas como Cinderela e Branca de Neve com uma abordagem futurista e inusitada, Marissa Meyer alcançou o topo da lista dos mais vendidos do The New York Times com Sem coração, e a preferência dos leitores com suas tramas de ritmo ágil e final surpreendente. Com uma narrativa cinematográfica, Meyer oferece uma visão do País das Maravilhas diferente de qualquer outra já imaginada até aqui ao contar a história de Catherine, garota cheia de personalidade que sonhava ser uma confeiteira famosa e só queria viver seu primeiro amor, mas que diante dos golpes do destino acabou se tornando a temida Rainha de Copas. Marissa Meyer é um dos nomes confirmados para participar da 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece de 3 a 12 de agosto.
Contos de fadas revisitados.
Catherine era uma das garotas mais desejadas do País das Maravilhas e a favorita do ainda solteiro Rei de Copas, mas seus interesses eram outros. Por seu talento na cozinha, ela só queria abrir uma confeitaria em sociedade com sua melhor amiga e oferecer ao Reino de Copas os mais deliciosos doces e bolos.
Porém, de acordo com sua mãe, era uma ideia inaceitável para a jovem que poderia ser a próxima rainha. Em um baile real em que o rei pretende pedi-la em casamento, Cath conhece Jest, o belo e misterioso bobo da corte. Pela primeira vez, sente a força da pura atração. Mesmo correndo risco de ofender o rei e contrariar os pais, ela e Jest iniciam um relacionamento intenso e secreto.
Cath está determinada a escolher o próprio destino e se apaixonar nos seus próprios termos. Mas em uma terra repleta de magia, loucura e monstros, o destino tem outros planos...
A aclamada autora das Crônicas Lunares oferece uma visão do País das Maravilhas diferente de qualquer outra já vista e conta a história de uma garota que viria a ser um dia a famosa Rainha de Copas.

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************
 


Marissa Meyer desconstrói todos os contos de fadas já inventados sobre a Rainha de Copas e dá asas à novas origens. 'Sem Coração' é uma fantasia de época engraçada, apaixonante e extremamente cruel. Nada de finais felizes, em sua trama acompanhamos o nascimento de uma digna e imbatível vilã.


Antes de ser a temível Rainha de Copas, Catherine era apenas filha de um Marquês famoso, inteiramente gentil e prendada na arte culinária. Apaixonada pela habilidade de criar receitas, Cath planejou um futuro brilhante ao lado de sua amiga e acompanhante Marie Ann, mas atingir esse sonho não será tarefa fácil. O Rei de Copas é um forte pretendente por sua mão e sua mãe anseia pelo casamento; casamento este que Cath nega-se completamente. Principalmente após conhecer o misterioso e encantador novo bobo da corte. Seria ela capaz de renunciar seu destino e viver os sonhos de um amor verdadeiro? Quais custos essa empreitada pode ter?

Narrado em primeira pessoa, a trama é totalmente contada pelo ponto de vista da protagonista, sendo que acompanhamos toda a sua transição de doce garota para megera violenta. Meyer é novamente brilhante, utilizando-se sutilmente de elementos já tão amados e conhecidos das histórias de 'Alice no País das Maravilhas' para criar algo original e viciante. Sua escrita é leve, gostosa, fluída, e mesmo que alguns capítulo façam com que o leitor perca o ritmo, na grande parte da trama, estamos sempre envolvidos e curiosos pelo próximo passo de todos nessa jornada. Eu pessoalmente não conseguia parar de imaginar em como a autora criaria uma ruptura tão gritante para transformar a personagem tão bruscamente, sendo ela quem é no inicio da obra. E devo admitir, fiquei impressionado. Tudo acontece tão facilmente e com tanta sutileza, que não pareceu-me brusco ou fora de contexto, pelo contrário, fazia total sentido.

Às vezes seu coração é a única coisa que vale a pena ouvir.

Sendo volume único, esse livro é muito mais sobre a construção de uma personagem do que sobre a fantasia ou batalhas épicas. Não espere grandes acontecimentos desde já. As reviravoltas só ocorrem à poucas páginas do fim. Antes disso, o leitor acompanha o desabrochar de uma das mais icônicas vilãs da literatura. E eu amei. As referências, os plot twits, os enigmas. Meyer medi tudo na dose certa. Até seu instalove é apaixonante. Com a mesma facilidade que acontece em 'As Crônicas Lunares', sua outra série de sucesso, novamente a autora cativa seu leitor pelo envolvimento dos mocinhos. Seus sentimentos ficam tão embaralhados quanto o dos próprios personagens, sabendo o quão trágico essa história pode terminar. E acreditem, ela vai brincar com seu coração.

Catherine, diferentemente do que eu podia imaginar, me agradou muito como personagem. São pouquíssimos momentos nos quais tive raiva de sua posição ou decisão. Boa parte da trama estava torcendo por sua felicidade ou sofrendo com seus descontentamentos. Ela é impulsiva, inesperada, tempestuosa, e quando em cena, literalmente eu não sabia qual atitude esperar, mesmo conhecendo sua personalidade submissa. Foi muito interessante ver o quanto os elementos externos afetavam sua formar de enxergar o mundo ao seu redor, e quanto da brutalidade e coração frio ela herdou, em um processo lento e sofrido. Não diria que caio de amores por ela, mas entendo sua situação e as decisões que a levaram a ser quem se tornou.

A grande cereja desse bolo fica por conte de Jest. Ele é mágico, misterioso, galante, e super cativante. Você se vê facilmente apaixonado e torcendo por seu romance logo nas primeiras páginas. Seu enigmas e rimas aumentam a empatia com o leitor. Tem carisma, coragem e geralmente está presente nas melhores cenas de ação. Seu relacionamento com a protagonista é intenso, tocante. A química entre eles, inegável. E não esqueçamos de sua parceria com o chapeleiro, Hatta. Que dupla implacável!

Os subvilões, ou anti heróis também são impressionantes. Com facilidade você cria antipatia e os odeia com todas forças necessárias. E com a mesma facilidade que você os abomina, logo mais você se compadece da dor.

'Sem Coração' também tem muitos elementos que já localizei na leitura dos famigerados romances de época, e pode/deve agradar os amantes desse gênero. Embora com um teor mais infanto-juvenil, a história em si tem seus momentos de tensão e violência mais pesada, pontos estes, que me fizeram gostar dele ainda mais. E ainda possui uma edição bonita, com uma capa atrativa.

Como mencionei, passa longe de ser uma grande fantasia. Apresenta alguns problemas devido ao número de páginas e alguns capítulos dispensáveis, mas no geral, me conquistou. Não só pela maneira inteligente e verdadeira com qual construiu sua protagonista, como também pelos elementos do clássico 'Alice' tão bem utilizados.


Marissa vive em Tacoma, Washington, com o seu noivo e dois gatos. Além de uma leve obsessão por livros e escrever, é uma grande degustadora de vinhos e caçadora de antiguidades. CINDER, seu romance de estréia, é uma nova visão futurística da Cinderela em que Cinder é uma cyborgue mecânica.



Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se