Resenha #260 - O Príncipe Cruel (O Povo do Ar Vol 1)!






Título: O Príncipe Cruel
ColeçãoO Povo do Ar Vol 1
AutoraHolly Black
Editora: Galera Record
Ano2018
Especificações: Brochura | 322 páginas
ISBN: 13: 9788501115553
 Sinopse
Primeiro livro da mais nova série de Holly Black. Conheça a impressionante história de uma garota mortal que se vê presa em uma teia de intrigas reais.
Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles – lindos e imortais – e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos.
Especialmente o Príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo... e enfrentar as consequências. Envolvida em intrigas e traições do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue.
Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs, e o próprio Reino. Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor pedindo bis – querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo.

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************



Depois de tantas experiências ruins, eis a redenção. 'O Príncipe Cruel' é uma alta fantasia de qualidade, que monta e desmonta todos os clichês mais previsíveis possíveis, me deixando totalmente anestesiado com suas reviravoltas. Protagonizado por uma mocinha que não tem medo de colocar as mãos na massa, é uma leitura rápida, eletrizante e extremamente viciante.

Na trama, Holly Black nos apresenta à um mundo dividido entre dois grandes reinos: o humano e o feerico. Ainda na sua infancia, Jude e suas duas irmãs foram traumatizadas após verem seus pais serem mortos dentro de sua própria casa. Levadas de seu mundo e de tudo o que um dia conheceram, as meninas crescem em um reino encantado, cheio de belezas e perigos. Jude, por sua vez, adapta-se muito bem, contudo, participar desse jogo de traição e vingança dentro da corte feerica não é algo fácil. E ela como humana, esta mais do que disposta a provar o quão melhor pode ser. Ou o quão pior. Ela terá seu lugar respeitado na corte. Ou morrerá tentando.



Depois de tantas tentativas, a escrita de Black finalmente me cativa. Essa sua nova trilogia é deslumbrante e possui elementos que me agradaram completamente. Arrebatador e intenso do começo ao fim, 'O Príncipe Cruel' é um excelente início para personagens que ainda prometem tanto potencial, e mesmo se tratando de tão poucas páginas, o leitor sente que ocorre muita coisa em pouco tempo e isso não incomoda. A autora é tão brilhante que facilmente você se cativará pela protagonista e seus dilemas, geralmente tão contrários aos dramas que eu costumo ler.

Narrado em primeira pessoa, separado em duas grandes partes, levamos a obra sob o ponto de vista de Jude e eis aqui meu primeiro grande ponto. Como mencionei, ela foge muito ao padrão, não sendo a mocinha que toma decisões bem feitoras em prol dos outros. Pelo contrario, Jude é quase ordinariamente egoísta e ambiciosa. Seus desejos, ao início, são puramente seus, e esse é o fator que mais gostei. Ela é dissimulada, arrogante e essas características não a deixam se tornar apelativa ou má, pelo contrario, só me mostraram o quão humana ela era por querer coisas que qualquer outra pessoa poderia querer. Embora não ultrapasse limites, a personagem e a trama giram em torno de suas próprias ambições por boa parte da história. E eu a amei. Que protagonista poderosa e real. Ela é desafiadora, imprevisível, manipuladora. Suas jogadas dentro da corte sempre me deixavam ansioso, temeroso de descobrir qual seria seu próximo passo. E quando ele acontecia, eu estava em êxtase, já me preparando para o próximo.

Os personagens que giram ao seu redor também são extremamente multifacetados. Tanto seu pai adotivo, Madoc, sua madrasta, suas irmãs e até os próprios "antagonista" são bem estruturados, cada um tendo sua relevância nas transformações que a principal irá sofrer.

Cardan também é interessante, embora passe bem longe de roubar a cena em algum momento, pelo menos nesse primeiro livro. Misterioso, maldoso e vez ou outra escroto, apesar das atitudes libertinas e imaturas, o personagem ganha sua própria profundidade e deixa uma imensa duvida no leitor para suas próprias motivações. Provavelmente ele será melhor mostrado nas sequências. Esse primeiro volume, especificamente, é todo da Jude, construindo e reelaborando ela enquanto novas relações de poder vão sendo mostradas.

A mitologia também é rica e apresenta elementos bem detalhados e chamativos, em especial, as magias que os feericos usam e como essas criaturas podem gerenciar tantas outras subdivisões.

Mas o mais interessante são as relações de poder e o jogo de mentiras dentro da corte onde todos falam a "verdade". A autora não só é genial, como também maquina discursos e argumentos conviventes que estão sempre recheados de duplo sentido ou brechas.

Sendo assim, 'O Príncipe Cruel' foi para mim o que o hype prometeu, acrescentando elementos a uma mitologia que já conheço e trazendo uma das ótima protagonista empoderada. Intrigas, girl power e fantasia são aspectos que essa obra usa e abusa da maneira mais positivamente possível.


Holly Black é uma escritora norte-americana que mora em West Long Beach, New Jersey. Ela ficou mundialmente famosa após escrever a série de livros As Crônicas de Spiderwick.
Holly Black é uma grande colecionadora de livros raros de folclore. Em seus primeiros anos de vida ela morou em uma mansão abandonada em estilo vitoriano com sua mãe, que contava a ela várias estórias de fantasmas e fadas.
Seu primeiro livro, Tithe: A Modern Faerie Tale, foi muito bem recebido pela crítica e foi publicado no outono de 2002. A escritora só viria a ficar famosa um pouco mais tarde, com o lançamento do livro As Crônicas de Spiderwick: O Guia de Campo, primeiro livro da série As Crônicas de Spiderwick.

15 comentários

  1. Oi
    que bom que gostou desse livro da autora, já li outras resenhas positivas dele e parece ser bem interessante, até hoje só li um livro da autora, mas quems abe eu leia esse.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi De!
      Esse foi o único dela que eu terminei feliz porque os outros que tentei não foram boas experiências. Mas curti muito.

      Abraços
      David

      Excluir
  2. Oi David,
    Eu já li esse livro e não vejo a hora de ter o 2 em mãos.
    De início, demorou um pouco para eu me apegar a história, mas chegou ao final e eu não queria parar de ler, rs.
    Espero que lancem logo aqui no Brasil a continuação.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ale!
      O segundo é ainda melhor *-* Já li e to aqui ansiosamente esperando o terceiro. JUDE MANDA NA MINHA VIDA.

      Abraços
      David

      Excluir
  3. Oi, Emerson!
    Migo, só quero Queen of Nothing e é isto hahahaha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oi David! Eu comprei este livro faz pouco tempo depois de ver sendo tão elogiado. Eu estou ansiosa para conferir e espero que fique tão impressionada quanto você ficou. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida!
      É muito provavel tu amar! É muito tua praia de fantasia e como ce gostou de Trono de Vidro, tem uma vibe parecida. Só que mais cruel KKKK.

      Abraços
      David

      Excluir
  5. Oi David!
    Que bom q vc deu outra chance pra autora e se surpreendeu!
    Eu ainda não li nada dela, mas estou ansiosa pra começar essa trilogia que vem sendo tão elogiada *-*
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com
    ps: tem sorteio de livros rolando no blog ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!
      Eu também to feliz por ter me arriscado! Valeu a pena sem dúvidas. Uma hora tinha que dá certo KKKK. Comece mesmo que vale a pena.

      Abraços
      David

      Excluir
  6. Oi, Emerson

    Então, eu falei lá no IG que ainda estou meio reticente com esse negócio de feéricos, mas essa Jude é tão pimpada que a vontade de ler aumenta a cada resenha. Se eu curtir os livros da Maas eu vou dar uma chance para a Holly.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami!
      Eu prefiro muito mais a Jude que a Feyre! PENSE NUMA RAINHA! Espero que tu tenha a oportunidade de ler <3

      Abraços
      David

      Excluir
  7. Oi, David!

    Não leio fantasia há muito tempo... Não é realmente meu gênero, sabe?
    Mas esse livro só vi avaliações boas, e a sua foi excepcional né? Hahaha até da vontade de ler!

    Beijos

    renatavarelaescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Re!
      Obg <3 Recomendo. Ta ai uma boa maneira para voltar a ler KKK

      Abraços
      David

      Excluir
  8. Oi EMERSON (rsrsrrssrs), eu nunca li nada da autora, mas sempre vejo resenhas bem positivas. Gostei da parte mitológica rica e que bom que vc gostou!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Expresse-se