05 maio 2017

Coluna: Na Tela #40!



Olá, pessoal! Estamos de volta com mais uma indicação e hoje vamos falar da série que causou muito burburinho mês passado. Queria aproveitar para dizer, Netflix me contrata pra te divulgar, essa já é a terceira série seguida que indico 


Sinopse: 13 Reasons Why (Os 13 Porquês) acompanha a história do garoto Clay que recebe uma caixa de sapatos com várias fitas cassete na porta de sua casa. Ao ouvir as gravações, Clay descobre que elas são de sua falecida colega Hannah, por quem ele era apaixonado, e que cometeu suicídio recentemente. Nas fitas, que são enviadas com instruções para passar de um aluno a outro, Hannah explica os treze motivos que a levaram à decisão de se matar, sendo Clay um deles.










Elenco:
Dylan Minnette (Clay Jensen), Katherine Langford (Hannah Baker), Christian Navarro (Tony Padilla), Alisha Boe (Jessica Davis), Brandon Flynn (Justin Foley), Justin Prentice (Bryce Walker), Miles Heizer (Alex Standall), Ross Butler (Zach Dempsey), Devin Druid (Tyler Down), Amy Hargreaves (Lainie Jensen), Derek Luke (Kevin Porter), Kate Walsh (Olivia Baker), Michele Selene Ang (Courtney Crimsen), Steven Silver (Marcus Cole), Ajiona Alexus (Sheri Holland), Tommy Dorfman (Ryan Shaver), Brandon Larracuente (Jeff Atkins).


'13 Reasons Why' é uma adaptação de um livro homônimo escrito por Jay Asher. A atriz e cantora Selena Gomez comprou os direitos da obra e levou o projeto para a empresa de streaming Netflix para fazer a adaptação, onde ela atua como produtora executiva da mesma. Temos Brian Yorkey como criador da série e temos Jay Asher ajudando na produção. Assim como o próprio nome da série, ela possui 13 episódios no qual a cada episódio é explicado um dos motivos de Hannah ter se suicidado. No site do IMDB a série tem uma média de 8,8 e é classificada como uma série de drama e mistério.

ATENÇÃO, ANTES DE PROSSEGUIR E PENSAR EM ASSISTIR, GOSTARIA DE DEIXAR AVISADO QUE A SÉRIE ABORDA QUESTÕES BASTANTE PESADAS E QUE PODE CAUSAR REAÇÕES DIVERSAS EM CADA PESSOA. ENTÃO ANTES DE ASSISTIR TENHA CERTEZA DE ESTAR PREPARADO PARA FORTES EMOÇÕES OU PARA NÃO SE ARRISCAR CASO TENHA ALGUMA FOBIA. O SERIADO APRESENTA CENAS DE ESTUPRO.

Como foi dito na sinopse, o enrendo da série se desenvolve a partir do suicídio da protagonista, a Hannah Baker. Porém, o enredo envolve muito mais temáticas e em minha opinião, trabalhadas com grande maestria. Acho muito importante ter esses assuntos em pauta por fazer parte do dia a dia de muita gente. Quem nunca sofreu bullying na escola? Você mulher, já sofreu assédio? E a forma como tudo foi amarrado culminando no suicídio foi muito profunda e bem estruturada.

No quesito personagem, todos os que são mais importantes tem um bom desenvolvimento da história, ainda mais sendo que cada episódio é dedicado à um porquê, então podemos ver melhor não só o que aquele personagem fez para a Hannah, como também vemos todo o seu background. Mesmo que isso signifique que nada daquilo justificava seus atos, isso dá uma importância para o personagem, explicando os motivos dele ser um dos porquês.

Gostaria de falar um pouco da Hannah. O que você pensa quando olha para ela? Eu pensei, erroneamente, "como essa garota linda pode ter sofrido bullying a ponto de se matar?" Porém durante a história podemos ver que ela começa a sofrer bastante a ponto da dor se tornar insuportável. Bem como ela diz durante um episódio, tudo que aconteceu com ela foi um efeito borboleta, uma coisa levou a outra e assim por diante, até se tornar tudo tão pesado e insuportável, até que sua única forma de poder respirar foi transformar tudo, ironicamente, na sua morte. Não tem como você não ser empático com a situação dela, mesmo você não tendo passado por nada daquilo que ela passa, você consegue sentir a dor que ela sente. É um efeito catártico necessário e muito bem feito.

Eu escolhi não falar sobre nenhum outro personagem porque a história é da Hannah, e mesmo alguns dos outros personagens sofrendo por alguma coisa, o seu desenvolvimento e sua comoção foi o que mais me chamou a atenção.

Saindo de um lado emocional e indo para um lado um tanto mais técnico, eu gostei bastante dos cenários que compõe a trama. Um ponto alto ainda para as mudanças entre passado e presente, onde as cenas de flashbacks, da Hannah contando o que está na fita, a cor da imagem muda e você consegue perceber claramente as distinções temporais.

Outro ponto que em muito corrobora com a trama é a trilha sonora escolhida para a série. Todas as músicas são colocadas perfeitamente nos locais certos e nos momentos certos deixando tudo ainda melhor. Não posso esquecer de mencionar que na trilha temos uma versão acústica da música Kill 'Em With Kindness da Selena Gomez e também uma música nova da cantora chamada Only You.

AVALIAÇÃO

Aproveitando mais uma vez para vender meu jabar, teve um vídeo no Geek Pop onde eu e a minha amiga Bia discutimos sobre a série. Então confiram lá para saber de mais coisas sobre.

Por fim, gostaria de dizer que essa definitivamente é minha série favorita desse ano, não tem como não amá-la instantaneamente 


E ai, gostou da nossa indicação? Já assistiu ou quer assistir?

.

2 comentários:

  1. Olá
    Eu assisti a série e me apaixonei por ver um tema forte como esse ser retratado da forma como é: duro, intenso, desconfortável. Pra mim, uma das melhores coisas da série foi a conversa com os diretores e produtores. Muito bom mesmo pra entender a necessidade de uma série como essa.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Lary! Esse assunto é muito sério e precisava ser tratado como tal.

      Excluir

Expresse-se