Coluna: Invasão Otaku #37!




Já que estamos na semana da aventura, da agonia e do sofrimento com a estreia de 'Vingadores: Guerra Infinita', nada mais plausível do que escolher um anime tão arrebatador quanto esse evento cinematográfico. Por isso, na indicação de hoje, oferecemos à vocês 'Made In Abyss'.

'Made in Abyss' é uma série de mangá escrita por Akihito Tsukushi sobre uma jovem garota que encontra e faz amizade com um robô humanoide e desce com ele para o abismo gigantesco em busca de sua mãe. Ele foi serializado on-line pela revista digital Web Comic Gamma da Takeshobo desde 2012 e foi separado em seis volumes. Sua adaptação para anime foi produzida pelo estúdio Kinema Citrus, indo ao ar de 7 de julho a 29 de setembro de 2017. Devido ao sucesso,  uma sequência já está em produção.

Sua trama é centrada em torno de uma menina órfã chamada Riko, que mora na cidade de Orth em uma ilha no mar de Beoluska. A cidade é construída envolta de um estranho buraco gigante que vai para o fundo da terra, chamado comumente Abyss (abismo na tradução mais automática). O Abyss abriga artefatos e remanescentes de uma civilização há muito tempo extinta e é, portanto, o local de caça popular para os chamados Incursores das Cavernas, que realizam descidas árduas e perigosas no fosso cheio de névoa para recuperar quaisquer relíquias que possam encontrar. Retornar do Abyss, no entanto, pode ser perigoso, pois para cada nível mais abaixo da Terra, uma nova ameaça a saúde e a vida do explorador é encontrada. Quanto mais fundo se vai, mais agudos são os efeitos dessa verdadeira maldição; poucos que desceram às regiões mais baixas voltaram para contar suas experiências. Por isso, para ser um Incursor das Cavernas é necessário passar por diversos estágios, que alteram a cor do seu apito (são tipos as faixas de uma arte marcial). Alguns lendários exploradores ganham o título de White Whistle (Apito Branco na tradução), sendo um deles a mãe de Riko, Lyza. E é dai que parte nossa aventura. Em uma exploração próxima da superfície, Riko acaba achando um estranho garoto robô que ela batia de Reg. Ao mesmo tempo, chega a notícia de que a mãe dela ficou presa e deve estar morta no fundo do Abyss. Decidida a acreditar que Lyza ainda está viva, Riko e Reg formam uma dupla destemida que irá enfrentar as ameaças desse abismo em busca de salvar sua mãe e descobrir mais sobre o que Reg realmente é.

Com certeza o visual do anime foi o primeiro ponto que me fez assisti-lo. Fã dos filmes do Studio Ghibli, foi inegável que esse traço não me remetesse as animações produzidas por eles. Mas no fim, não foi só isso que me trouxe essa nostalgia. Toda a trama e a maneira crua como os eventos são mostrados também se assemelha muito com elaboração dos produtores do estúdio. Seus personagens infantis vivendo situações de extremo perigo; a carga emotiva e dramática; as cenas fortes e sangrentas. Não se deixe enganar por uma primeira impressão. Esse anime passa longe de ser infantilizado. Temos cenas pesadas, sofridas e angustiantes, trazendo choques e adrenalina para o telespectador a cada episódio. Na realidade, os primeiros passos da história apelam mais para o humor, mas a partir do momento em que Riko e Reg entram no abismo, as coisas começam a ter uma reviravolta e cada episódio é mais sufocante que o anterior. Dessa forma, nem preciso dizer o quanto foi maravilhoso e surpreendente assisti-lo.

'Made In Abyss' foi o melhor anime de aventura que assisti em 2017 e não podia deixar de indicá-lo aqui. Com apenas uma temporada, tendo 13 episódios (e um plot desgraçado no final), é uma trama interessante, diferente, apaixonante, angustiante e totalmente viciante. Com certeza é o anime para se engolir os episódios enquanto você sofre mais a cada um deles.

Confira algumas imagens:













E ai, gostou da nossa indicação? Já assistiu? Comenta com a gente.







3 comentários

  1. Oi David!!

    Eu adorei a dica, eu confesso que ando muito cansada de animes apelativos, mas não parece ser o caso deste e ainda mais tendo como referência o Studio Ghibli! Já coloquei na minha lista de filmes para assistir.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      Eu entendo totalmente. Tanto que dei uma parada bem grande no número de animes que acompanhava. Parecia sempre mais do mesmo, mas esse foi realmente surpreendente. A pegada dele é bem inesperada. Espero que tenha oportunidade de conhecer ^^

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Oi
    queria ter tempo de assistir anime, assisto muita série e dorama ai os animes só ficam na vontade, não conhecia esse mas pelo que falou parece ser bem interessante. Eu só assisti anime quando passava bastante na tv quando eu era criança.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir

Expresse-se