Resenha #200 - Feita de Fumaça e Ossos (Feita de Fumaça e Ossos Vol 1)!





Título: Feita de Fumaça e Ossos
Coleção: Feita de Fumaça e Ossos Vol 1
Autora: Laini Taylor
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Especificações: Brochura | 384 páginas
ISBN: 
13: 9788580572483
 Sinopse
"Um romance de tirar o fôlego, sobre destino, esperança e a busca de si mesmo" The New York Times.
Pelos quatro cantos da Terra, marcas de mãos negras aparecem nas portas das casas, gravadas a fogo por seres alados que surgem de uma fenda no céu. Em uma loja sombria e empoeirada, o estoque de dentes de um demônio está perigosamente baixo. E, nas tumultuadas ruas de Praga, uma jovem estudante de arte está prestes a se envolver em uma guerra de outro mundo. O nome dela é Karou. Seus cadernos de desenho são repletos de monstros que podem ou não ser reais; ela desaparece e ressurge do nada, despachada em enigmáticas missões; fala diversas línguas, nem todas humanas, e seu cabelo azul nasce exatamente dessa cor. Quem ela é de verdade? A pergunta a persegue, e o caminho até a resposta começa no olhar abrasador de um completo estranho. Um romance moderno e arrebatador, em que batalhas épicas e um amor proibido unem-se na esperança de um mundo refeito.

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************


Existem altos e baixos dentro desse livro para mim. 'Feita de Fumaça e Ossos' é definitivamente uma fantasia sobre anjos diferente de tudo que li na minha adolescência sobre o assunto. Priorizando um mistério cheio de nuances, o livro guia o leitor por uma.jornada que ora parece ser uma coisa, mas acaba virando outra totalmente diferente.

No mundo de Karou a fantasia e a realidade sempre andaram um junto do outro. Acontece que a garota de cabelos azuis e dons brilhantes para desenho artístico foi criado por seres que muitos achariam ser apenas fantasia em uma vida cheia de magia e mistério. Queria Karou saber todos os que envolvem seu passado e os segredos que seu guardião místico parece esconder. Entretanto, um plano ainda desconhecido esta sendo orquestrado por antigos inimigos e isso pode levá-la a finalmente questionar e descobrir de onde realmente é e o que ela é.


Acho que depois da saga 'Hush Hush', eu me afastei de ler fantasias urbanas que tivessem anjos e afins na trama. Talvez isso tenha sido um erro. Embora 'Feita de Fumaça e Ossos' não tenha sido o melhor livro que li do gênero, tambem não é o pior, e tem um potencial latente em cada página. Laini Taylor constrói um mundo interessante e diferente de tudo que poderia ter imaginado se tratar esse livro. Na realidade sempre guardei certa curiosidade para conhecer a obra, pois achava as capas muito bonitas. Todo o mistério envolvendo a protagonista, o enredo central, seus personagens secundários, fazem da trama viciante e agonizante ao ponto de você querer terminar logo só para conseguir as respostas. A escrita de Taylor também é muito fluída e delicada. Ela consegue ser direta em determinados momentos e poética em outros.

Narrado em primeira pessoa, vemos a narrativa sob a perspectiva de dois personagens: Karou e Akiva. Ambos distintos e comparáveis em nível de qualidade narrativa. A autora constrói os dois protagonistas com muito cuidado e você consegue se apegar a eles com facilidade, tanto por conhecer um lado mais normal da vida deles, quanto por saber algo mais denso e pesado, como seus passados. E eles têm um passado tenso e complicado. Nunca imaginei que esse livro fosse tão violento.

Dos pontos que me desagradaram na narrativa, um deles foi a falta de diálogos. Para um livro de quase 400 páginas, achei que a autora investiu muito pouco em falas dos personagens e isso me cansou um pouco. Uma sequência de narrativa dissertativa sem qualquer alívio cômico ou fala foi bem pedante de ler. Fora que, o instalove, em um primeiro momento, comigo não funcionou. A autora passa um número considerado de páginas tentando construir a relação entre o casal e mesmo assim eles me pareceram sem sal. Só mais tarde, quando algumas respostas são dadas foi que finalmente consegui criar maior empatia com eles, embora ainda tenha ressalvas quanto a esse fator "amor perfeito". Não é o clichê que mais curto em livros de fantasia, embora passe batido pra mim na maioria deles. Isso acabou alongando o livro mais do que eu gostaria e por esse motivo acabei desgostando e de alguns capítulos que a mim soaram só para enrolar.

Contudo, como disse, a mitologia de Taylor é diferente. Todo o mundo sombrio, violento e mágico que ela cria me fez viciar na leitura para que eu pudesse conhecer mais de toda essa cultura e suas lendas. Sem sombra de dúvidas o ápice da obra. Isso e a amiga da personagem, Zuzana. A melhor personagem desse livro todo.

Então sim, eu gostei de 'Feita de Fumaça e Ossos' e sim, Taylor me surpreendeu em.diversos aspectos, me deixando com uma sensação angustiante de preciso de respostas. Sorte que o segundo volume já foi lançado e devo ler ainda esse ano. O caminho para ele parece promissor.


Laini Taylor mora em Portland, nos Estados Unidos, com a filha e o marido, o ilustrador Jim Di Bartolo, e a filha, Clementine.





4 comentários

  1. Oi David, tudo bem? Eu ando bem afastada de fantasias, confesso, mas eu gosto de livros com anjos e muita gente fala bem da série. Mesmo com altos e baixos parece interessante, gostei de saber que tem uma pegada sombria!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      Eu não lia a bastante tempo também. Foi a Lu do blog Balaio de Babados que me empurrou dizendo que era muito bom. E embora eu não tenha gostado tanto quanto ela, foi uma leitura legal. Talvez se eu tivesse lido na epoca que tava nessa vibe, fosse favorito.

      Abraços
      David

      Excluir
  2. Oi
    sempre vejo resenhas positivas dessa trilogia, estou curiosa para ler, mas não sei quando. Que bom que gostou desse. Hush Hush só li o primeiro e para eu foi o suficiente.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise!
      A pegada é bem diferente de Hush Hush sabe, a única coisa parecida é o clima da narrativa, que é algo bem mais gótico. Mas tirando isso, o resto é totalmente diferente. Se você curtiu o primeiro dessa série ou de Fallen caso tenha lido, vai gostar desse também. De uma chance.

      Abraços
      David

      Excluir

Expresse-se