Resenha #202 - Batman: Criaturas da Noite (Lendas da DC)!





Título: Batman: Criaturas da Noite
Coleção: Lendas da DC Vol 2
Autora: 
Marie Lu
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Especificações: Brochura | 256 páginas
ISBN: 
13: 9788580418071
 Sinopse
As criaturas da noite estão caçando a elite de Gotham. Bruce Wayne é o seu novo alvo.
Bruce Wayne está prestes a completar 18 anos e herdar a fortuna de sua família, além do controle das indústrias Wayne. No entanto, no dia do seu aniversário, ele faz uma escolha impulsiva e é condenado a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, uma mescla de prisão e hospital psiquiátrico onde estão detidos os criminosos mais desequilibrados da cidade.
Lá ele conhece Madeleine, integrante das Criaturas da Noite, um grupo radical que deseja acabar com a elite de Gotham. Até então, a moça se recusava a confessar seus crimes ou informar à polícia os futuros ataques que planejavam, mas ela resolve se abrir para Bruce Wayne, dando início a um perigoso jogo de sedução e inteligência.
Será que o jovem Wayne vai conseguir convencê-la a revelar todos os seus segredos ou ela está apenas manipulando-o para arruinar Gotham? Enquanto o golpe final das Criaturas da Noite se aproxima, Bruce percebe que não é tão diferente de Madeleine. E, mesmo longe de se tornar o Cavaleiro das Trevas, precisará provar que está preparado para deter uma das maiores ameaças que Gotham já presenciou.

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************


Retornando ao universo DC, dessa vez seremos apresentados a um novo conceito da história do Batman, escrita pela talentosa Marie Lu que só comprova ainda mais que mesmo em poucas páginas, é capaz de contar uma excelente aventura. 'Batman: Criaturas da Noite' é um livro viciante e muito bem escrito, trazendo não só diversos elementos do mundo do cavaleiro das trevas dos quadrinhos, como aspectos que a própria autora costuma utilizar em seus romances solos.


Bruce Wayne pode parecer a todos um ricaço indomável e cheio de si, mas por dentro ele esta destruído e solitário e nada parece mudar isso, nem mesmo agora, tão próximo de assumir as rédeas de sua própria vida atingindo a maioridade. Mas embora seja constantemente abalado pelo papel que precisa desempenhar no meio da sociedade rica de Gotham, seu senso de justiça não muda. E é esse mesmo senso de justiça que o acaba colocando em uma enrascada.

Envolvido em uma perseguição contra uma gangue perigosa que vem assassinando membros da nobreza da cidade, Bruce acaba ganhando uma detenção da policia para trabalhar no assustador asilo de Arkaham. Agora, envolvido com a sedutora e misteriosa prisioneira e uma investigação cheia de brechas, Bruce tenta desvendar os próximos planos da gangue antes que mais pessoas se machuquem.

Marie Lu não para de me surpreender. Esse segundo volume da série 'Lendas da DC' é muito melhor do que o primeiro. Adoro a narrativa da Leigh Bardugo e a história da Mulher Maravilha não foi ruim, mas essa é muito melhor. Bem escrita, fluída e rápida, Lu não enrola em detalhes e não deixa nada faltar para complementar seu enredo. Todos os elementos são maravilhosamente apresentados e trabalhados. A origem que a autora cria para o super herói é cativante e ela parece estar muito confortável para falar sobre ele. Sendo Batman um personagem que mescla muito um conceito de mal e bom, Lu pareceu muito conectada a tudo no que se referia ao protagonista.

O Bruce Wayne criado pela autora é sem dúvidas o que mais gostei de conhecer. Consegui me conectar a ele com muita facilidade, e seu plano de fundo é muito tocante. Toda a construção psicológica do herói, sua jornada dentro do livro, seu relacionamento com a anti heroína, fez-me apegar a ele.

Infelizmente o mesmo não posso dizer dos personagens mais secundários. Lu descreveu eles o suficiente para que chegássemos a conhecê-lo e aceitar sua participação na trama, mas senti falta de um maior retorno deles também. Principalmente os amigos de Bruce. Tanto Dianne quanto Harvey pareceram extremamente rasos.

'Batman: Criaturas da Noite' é um livro muito bom, não há como negar. Mas para mim faltou algum elemento final para que o favoritasse. Felizmente, isso não tirou mérito e Marie Lu continua sendo maravilhosa em criar narrativas onde os conflitos do lado e bom e ruim do personagem são atraentes e diferentes, ao invés de batido e chato.



Escreve romances jovens-adultos, e tem um amor especial por livros distópicos. Antes de se tornar uma escritora em tempo integral, era diretora de arte em uma empresa de jogos. É formada na Universidade do Sul da Califórnia, e atualmente vive em Los Angeles.




3 comentários

  1. Oi David, tudo bem? Apesar da questão dos secundários, eu acho esse universo de DC de livros bem interessante. Sempre leio críticas positivas dessa autora e ainda quero ler, ainda mais sendo do Batman.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      É uma questão pequena essa sobre os personagens secundários sabe. É bem pequena mesmo. É só um apego pessoal que eu tenho. Mas no geral o livro foi muito bom. So faltou isso pra mim favoritar.

      Abraços
      David

      Excluir
  2. Oi
    que bom que gostou desse mais que o outro, estou lendo muitos elogios desse e do primeiro e já estou bem curiosa para ler eles, pois parece ser uma boa leitura.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir

Expresse-se