Coluna: Top Top #18!



Quando eu era mais jovem, ficava procurando em todos os lugares indícios de pessoas homoafetivas, pois queria saber que não era o único, que existia mais alguém no mundo que “sofria do mesmo mal que eu”. Foi uma época bem complicada, preciso admitir. No entanto, atualmente, mesmo que aconteça de forma tímida (com a sociedade evitando falar dessas figuras ou de sua condição sexual/afetiva), diversos representantes dos LGBT conseguiram visibilidade, começando discussões importantes para esse grupo e se tornando figuras em que Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transsexuais (tem mais algumas letras incluídas na sigla, porém, preferi usar o termo mais conhecido pelo público em geral) possam se inspirar.

Pensando nessas pessoas, pedi licença ao David para fazer um Top 5 sobre figuras sociais pertencentes a comunidade LGBT, que conseguiram um espaço dentro da sociedade e na mídia nacional e internacional, seja pelo seu talento, sua arte, seu esforço ou sua luta. E claro, venho compartilhar com vocês, essas personalidades que inspiram a mim, e a milhões de outras pessoas que se identificam nesse grupo.

Sobre as escolhas, já adianto, não usei nenhum critério de importância social ou algo do gênero, na verdade, tentei escolher pessoas que representassem todas as siglas e que estavam em minha memória e conhecimento. Por isso, para iniciar, escolhi uma paixão platônica para integrar essa lista (vivo indignado porque na Comic Con ele não deu trela para mim rsrs).


GABRIEL "KAMI" BOHM

Talvez não seja muito conhecido pelo grande público brasileiro, mas entre os jovens que gostam de jogos online, Kami é um nome pelo menos familiar, pois o rapaz foi destaque nos últimos anos no mundo dos e-sports ao ser considerado um dos melhores jogadores brasileiros de 'League of Legends'. O rapaz era bastante conhecido por seus feitos como jogador profissional, mas causou uma grande surpresa aos seus fãs quando se assumiu gay, em sua rede social oficial com um texto muito fofo. 

Eu achei corajoso da parte dele, pois ao mesmo tempo que a juventude é receptiva, conhecemos atualmente uma juventude muito preconceituosa e quando você, que possui um público jovem, decide tomar tal escolha, precisa de muita coragem para executá-la. Eu admiro muito esse rapaz, por mais que existam polêmicas em relação a algumas afirmações dele sobre o comportamento dos gays, porém, considero a ação dele importante, pois quantos outros jovens criaram coragem depois que o seu ídolo do 'League of Legends' saiu do armário?


TIFFANY ABREU

Outra pessoa que integra essa lista é Tiffany Abreu. Talvez você tenham ouvido falar do caso dela, pois Tiffany é a primeira transgênero a participar da Superliga Feminina de Vôlei no Brasil, trazendo o tema inclusão desse grupo para discussão e causando bastante polêmica. Sobre a discussão dela ser adequada ou não na liga feminina, não sei o que opinar do ponto de vista biológico, pois minha formação é em Letras, porém, preciso dizer que ela é uma mulher de garra. Queria fazer algo, correu atrás e fez, pois, caso ela não tentasse jogar vôlei em uma liga de vôlei feminina, quando os brasileiros começariam a pensar sobre a inclusão das pessoas transgênero nos esportes? Admiro muito a sua atitude.


PABLLO VITTAR

Quando pensei em nomes, lembrei de uma pessoa que está fazendo um sucesso imenso na sociedade brasileira atualmente, por mais que a perseguição contra ela seja proporcional, porém, ela não para de exibir seu talento. Quem seria? Pabllo Vittar (YUKÊEEE). Com uma ascensão lenta, Pabllo vem lutando pelo seu reconhecimento há muito tempo, inclusive, há três anos (ou mais). Eu escutei de forma bem despretensiosa numa festa uma música de uma cantora com a voz belíssima, depois de anos vim descobrir que era da Pabllo Vittar e fiquei pasmo. A Pabllo além de ser muito talentosa, representa a visibilidade dos LGBT’s, pois ela é um rapaz gay, que se monta de drag queen e faz música para o Brasil inteiro dançar (héteros, gays, bissexuais, transsexuais, preconceituosos ou não). 


DANIELA MERCURY

Essa pessoa pode ser um pouco antiga para boa parte do nosso público, mas, para o símbolo que ela é para a nação brasileira, a coragem dela foi algo maravilhoso e eu admiro muito a sua atitude de se assumir. Daniela Mercury, considerada a rainha do carnaval baiano, alguns anos atrás decidiu assumir a sua relação com Malu Verçosa, causando grande comoção social sobre o tema, porém, elas estão muito felizes e pouco se importando com o que dizem. Daniela é realmente uma rainha, pois com uma carreira consolidada, ela falou para toda sociedade a sua verdade e seguiu a sua vida e continua fazendo o mesmo sucesso (resumindo: UM ÍCONE DE MULHER).


DEMI LOVATO

Por último, mas não menos importante, pensei em alguém internacional para colocar na lista e só consegui lembrar de uma pessoa que “ninguém sabe o que ela passou”, porém, ela só consegue fazer com que eu a admire mais. Demi Lovato começou a sua carreira na Disney, porém, seu caminho foi longo (realmente, eu não sei o que ela passou rs) para se manter na mídia, mas em suas fases a garota foi quebrando alguns padrões impostos pela sociedade, inclusive, assumindo-se bissexual. Imagina a quantidade de adolescentes confusos que deve se refugiar no exemplo que ela se tornou, pois ser jovem, e não ter ídolos como você, é algo muito tirano; logo, pode ser pouca coisa, mas para a juventude homoafetiva, isso significa muito. 

Espero que tenham gostado, digam abaixo uma personalidade LGBT da mídia que você admira, ou gosta, pois quando parei para pesquisar esse post tive grande dificuldade de achar alguns nomes, logo, vocês me ajudariam na construção de outro post quem sabe. Ou até para me informar mais. De toda forma, agradeço pela sua leitura, e até a próxima!


6 comentários

  1. Olá!
    Eu não sabia sobre a Demi. Na verdade quando um famoso revela esse aspecto da personalidade eu não chego a me surpreender porque tento manter a ideia de que qualquer pessoa pode ter essa preferência. É algo natural. Por isso acho que existem famosos que não sentem necessidade de vir a público e falar sobre isso. Porque não como se eles tivessem vergonha e estivessem escondendo, só não acham justo terem que fazer isso quando os héteros não precisam fazer um post nas redes se declarando héteros...
    Mas achei a ideia desse post muito bacana e apoio a ideia de mais representatividade em todos os lugares!

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! :3
      Eu entendo o seu ponto de vista, porém, acredito que tem muito famoso que não se expõe com receio de perder a oportunidade de manifestar seu talento. Digo isso, pois sou professor e já escutei de um colega da família que se eu fosse professor do seu filho, ele tiraria o seu filho da escola.
      Então, ser gay ainda é um problema social para muitos.
      Só que eu compreendo o seu ponto de vista e agradeço ao seu comentário <3
      Abraços!

      Excluir
  2. Olá, Glauber.
    Os dois primeiros eu não conhecia. Pablo Vittar tem arrastado multidões, mesmo quem fala mal dança suas musicas hehe. A Daniela é um ícone e mesmo que não seja dessa geração mais jovem ela é exemplo pra muitos.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sil! :3
      Como o público do blog é mais jovem, tentei encontrar um pessoal mais atual e trazer pessoas que fizeram diferença ao se assumir (ou na sua tentativa de buscar espaço na sociedade).
      Agradeço ao seu comentário <3
      Abraços!

      Excluir
  3. Oi Glauber! A Daniela é uma mulher de muita personalidade e para ser admirada pela atitude. Excelentes escolhas. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cida!
      Obrigado pelo elogio!
      Eu admiro muito a Daniela, pois foi muito importante para a comunidade LGBT ela se assumir dentro dessa sociedade preconceituosa. Não só ela, mas temos a Ana Carolina, a Maria Gadu, a Carol Duarte (que fez o Ivan na novela da Glória Perez), entre outras.

      Agradeço ao comentário!
      Abraços!

      Excluir

Expresse-se