Resenha #219 - Torre do Alvorecer (Trono de Vidro Vol 6)!





Título: Torre do Alvorecer
Coleção: Trono de Vidro Vol 6
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Ano: 2018
Especificações: Brochura | 644 páginas
ISBN: 
13: 9788501114457
 Sinopse
No novo volume da série best-seller do The New York Times acompanhamos Chaol em uma tortuosa viagem a um império distante.
Chaol Westfall sempre se definiu por sua lealdade inquebrável, sua força e sua posição como capitão da Guarda. Mas tudo mudou desde que o Castelo de Vidro se quebrou, seus homens foram abatidos e o rei de Adarlan o poupou de um golpe de morte, mas deixou seu corpo quebrado. Sua única chance de recuperação reside nos lendários curandeiros da Torre Cesme em Antica ― a fortaleza do poderoso império do continente do sul.
E é para lá que ruma Chaol, acompanhado de Nesryn, única mulher na Guarda Real e sua nova capitã, depois de Chaol ter sido nomeado Mão do Rei. Mas com a guerra se aproximando de Dorian e com Aelin lutando por seu trono de direito, Chaol pode ser uma peça-chave para a sobrevivência dos dois jovens monarcas, convencendo outros governantes a se aliarem a eles.
O que Chaol e Nesryn descobrem na Antica, no entanto, vai mudar os dois ― e ser mais vital para salvar Erilea do que eles poderiam ter imaginado.

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************


Apesar do começo lento e cansativo, 'Torre do Alvorecer' é um livro extremamente relevante para a série 'Trono de Vidro' e guarda em suas páginas revelações arrasadoras. Utilizando-se de elementos já famosos em obras da autora, Sarah J. Maas abre novas possibilidades, construindo um enredo que vai gradativamente aumentando o nível de tensão e ação conforme seu desfecho vai se aproximando.


Passando-se gradativamente ao mesmo tempo do quinto volume, 'Império de Tempestades', 'Torre do Alvorecer' narra as aventuras e descobertas de Chaol e Nesryn, enviados para um dos impérios mais poderosos, a mando de Aelin e Dorian, em busca de conseguirem ajuda e soldados para lutar contra as forças de Morath. Mas essa não será uma tarefa fácil. E e enquanto Chaol cura-se das lesões sofridas em sua última batalha, Nesryn entra nas intrigas da corte para conseguir aliados. Entretanto, parece haver mais em jogo do que poderiam imaginar e o perigo ronda lugares que eles não imaginavam.

Mais um livro que me deixa com uma relação de amor e ódio. 'Torre do Alvorecer', como prometido, foca-se inteiramente nas aventuras de Chaol em um continente distante, enfrentando não só desafios de uma corte cheia de brigas internas pelo poder, como também seus próprio problemas, físicos e psicológicos. Mas esse livro está longe de ser apenas dele. Na realidade, ele é peça bem pequena no meio de tantos outros personagens. Narrado em terceira pessoa, a obra divide espaço para focar em três personagens. Além de Chaol, temos Yrene, uma curandeira desse reino, e Nesryn. E vou ser sincero a admitir que o núcleo de Nesryn ofusca qualquer outro.

O começo do livro é bastante arrastado e trás capítulos longos, que em certo momento, podem se tornar, até mesmo, cansativos. Devido a estar construindo um novo mundo, a autora joga muitas informações sequenciadas, fora o fato de estar constantemente reapresentando personagens e mais personagens. Se você achava que o leque de heróis e vilões era grande, espere até ler esse livro, ele será duplicado. E isso deve ser levado como algo bom. Sarah J. Maas dá espaço para novos membros na trama que são tão interessantes quanto os outros. Na realidade, todo o novo reino elaborado pela autora é atrativo. As curiosidades e diferenças culturais, as intrigas, o ambiente, tudo faz a curiosidade do leitor se atiçar, ainda mais porque Antica é um local recheado de lendas e com criaturas fascinantes (sim, eu estou falando dos meus novos bichinhos de estimação favoritos, os Ruks, que são tipo hipogrifos).

O ritmo desse volume me lembrou em muito a jornada que tive com 'Rainha das Sombras', quarto volume da série. Por ser um livro que trás a reformulação de alguns personagens e a inserção de outros, a trama nas suas primeiras 400 páginas é mais lentas e não apresenta muitas cenas de ação. Elas são raras, totalizando para o primeiro momento apenas uma breve introdução a tudo, a relação dos personagens e sua transição. Mas a segunda parte é de tirar o fôlego. Da série, esse é o volume com os melhores plot twits, que são dados nos momentos mais inesperados. É literalmente uma sequência de capítulos de descobertas e novos rumos para a guerra que se aproxima. Vale cada página anterior suportada.

Ao começo, também, nenhum arco em especial me agradou. Chaol é um protagonista atrativo, mas não chega a ser carismático como outros. Sua relação com Yrene vai se construindo lentamente e essa gradação acabou por ficar interessante. Devido a terem personalidades muito diferentes, os dois acabam formando um par bem estranho, embora esperado. A impressão que tive foi que estava acompanhando um casal de época.

De longe meu personagem favorito foi um dos príncipes, Sartaq. Não só sua cultura pessoal é a mais legal, como também sua personalidade. Ele é destemido, sincero e objetivo nas atitudes. O laço que constrói com a personagem Nesryn mostra um relacionamento muito mais maduro e adulto e transmite veracidade. Assim como a própria protagonista. Nesryn era um membro dessa trama que na minha parecia extremamente alheia. Por que gostar dela se você já tem uma gama de personagens femininas bem mais interessantes? Com dramas mais aceitáveis? Eis que a resposta esta nesse livro. Ela não só é a pessoa de maior destaque do livro em si, como também a que mais cresce ao longo do enredo. Seus capítulos despretensiosos culminam em uma reviravolta chocante de tudo que julgamos saber sobre a série até o devido momento.

De fato, nessa resenha, eu falei demais, mas não a como negar, 'Torre do Alvorecer' é uma montanha russa em seu começo, que, comigo, se manteve aos trancos e barrancos, para lentamente atingir seu ápice e me arrebatar completamente. Valeu as quase 700 páginas sem nem duvidar um só segundo. Com uma escrita mais madura e personagens mais inteligentes e ousados, eu considero esse livro a obra máxima da autora até agora, superando inclusive 'Corte de Névoa e Fúria' mesmo que eu não o tenha favoritado.

Sarah J. Maas vive no sul da Califórnia, gosta dos filmes da Disney e música pop. Ela adora contos de fadas e balé, bebidas de café, e assistir programas de TV. Quando ela não está ocupada escrevendo romances de fantasia YA, gosta de explorar a costa da Califórnia.




13 comentários

  1. Olá,
    Se você não falasse eu nem ia saber que era da mesma série, pela capa diferente.
    Eu leio muitos elogios, mas não sei se iniciaria no momento, em vista que não simpatizo muito com o gênero. Ainda vem com início arrastado hahaha.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana!
      Eu entendo. Se o genero nao e muito a sua praia, entao acho que essa serie nao e a melhor para conhecer. Alem de ser bem grande, ela tem esse lance de ser bem mais lento ao começo.

      Abraços
      David

      Excluir
  2. Oi David!! Uau essa série é longa mesmo! Mas que bom que apesar do começo a leitura foi boa! A autora é bastante amanda e um dia ainda lerei!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      O começo foi um sacrilegio só, mas contornou bem no fim e valeu a pena.

      Abraços
      David

      Excluir
  3. Oi, David! Tudo bom?
    ESSE MOMENTO É MUITO MEU EU VENERO ESSE LIVRO AAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    Chaol bebê incompreendido, merece mais amor! Eu amei como a SJM mostrou a humanidade dele ainda mais abertamente nesse título. E as interações dele com a Yrene KASNUOASBSGBOA meu otpzão amém cena do sofá.
    Fico nervosa toda vez que vejo esse 'um romance de' NÃO CARAI É O SEXTO LIVRO!!!!1ONZE
    Tô muito ansiosa/morrendo de medo pra ver o que a SJM reservou pro último volume. Assim que aparecer no meu Kindle, não durmo até terminar!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nizz!
      Aff invejei. So vou poder ler ano que vem T.T E depois daquele bendito prologo da Aelin com a Maeve T.T JA TO ME TREMENDO TODO.

      Abraços
      David

      Excluir
  4. Oi, David!
    Eu não tenho muito o que comentar já que acompanhei tua leitura de perto, mas Chaol é muito meu filho e sempre irei protegê-lo!
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio de aniversário Balaio de Babados e O que tem na nossa estante. São quatro kits; um para cada ganhador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!
      KKKKKKKK tirando a parte do casamento secreto que ja virou cliche nos livros da Sarah, foi uma boa jornada pro personagem.

      Abraços
      David

      Excluir
  5. Olá, David.
    Eu finalmente comprei os livros dessa série. Só esse que não porque estava bem caro hehe. E não vejo a hora que chegue. Os livros são bem grandinhos, mas até agora só vi elogios sobre eles e espero gostar.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil!
      São grandinhos mesmo, mas são bons. Espero que tu leia logo e goste <3 Compartilha comigo depois se tiver curtido.

      Abraços
      David

      Excluir
  6. Oi David! Eu amo Corte e se esse supera, estou bem ansiosa para conferir. Eu admito que não sou fã do Chaol e espero que esse meu problema de relacionamento com ele não atrapalhe. Ah! Eu quero muito ler. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida!
      KKKKKK ele amadurece muito como personagem. Eu não sei até onde você leu, mas ele muda muito depois de tudo que passa. Eu fiquei bastante surpreso com o desenvolver do personagem. Espero sinceramente que nos próximos seja ainda melhor.

      Abraços
      David

      Excluir
  7. Oi
    que bom que a leitura foi boa apesar de algumas considerações, nunca li nada da autora tenho bastante curiosidade com a escrita dela, quem sabe algum dia leio. A capa é Bonita.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir

Expresse-se