Coluna: Na Tela #51!


A espera finalmente chegou ao final. A Netflix acaba de nos agraciar liberando a primeira temporada do tão esperado remake de 'Sabrina, A Aprendiz de Feiticeira'. E SPOILER ALERT: Eu amei do fundo do meu coração.



Sinopse: Meio bruxa. Meio mortal. Em seu 16º aniversário, Sabrina (Kiernan Shipka) precisa escolher entre o mundo da bruxaria de sua família e o mundo humano de seus amigos. Ao lado de suas tias (Miranda Otto, Lucy Davis), seu gato Salem e seu namorado Harvey Kinkle (Ross Lynch), Sabrina enfrentará novas e aterrorizantes aventuras na misteriosa cidade de Greendale.









Elenco: Bronson Pinchot (George Hawthorne), Richard Coyle (Father Blackwood), Lucy Davis (Hilda Spellman), Miranda Otto (Zelda Spellman), Kiernan Shipka (Sabrina Spellman), Ross Lynch (Harvey Kinkle), Michelle Gomez (Mary Wardell / Madam Satan), Chance Perdomo (Ambrose Spellman), Jaz Sinclair (Rosalind Walker) e Tati Gabrielle (Prudence).


'Chilling Adventures of Sabrina' é o remake da tão aclamada sitcom dos anos 90, 'Sabrina, A Aprendiz de Feiticeira' (já indicada aqui no blog. Acessa aqui). Ela acaba de ser lançada na Netflix no último dia 26, tendo 10 episódios com aproximadamente 50 minutos. Para quem ainda não sabe, a série é uma adaptação da HQ homônima que foi lançada em 2014. Tanto o seriado quanto a HQ foram escritas por Roberto Aguirre-Sacasa.

Para começar, preciso dizer que estou muito feliz pelo trabalho que Roberto fez no desenvolvimento dessa série. Às vezes, quando o autor da obra que será adaptada é a pessoa por trás da adaptação, ele consegue trazer bem a essência do material de origem. E essa foi a sensação que tive assistindo cada episódio. Mesmo com algumas diferenças, a essência continua a mesma.

Algo maravilhoso é o comprometimento dos episódios e do roteiro com o tom escolhido. A série não tem vergonha de ser dark e gore, ela abraça essas coisas com verdadeiro comprometimento. Algumas séries prometem serem sombrias, mas algumas vezes, peca, por exemplo, nos alívios cômicos. Óbvio que uma série tão pesada como essa precisa de alívios cômicos para nos deixar respirar e abrandar um pouco o clima. Porém, esse alívio precisa ser controlado e dentro da proposta do enredo 'Chillling Adventures of Sabrina' faz um maravilhoso trabalho. Tia Hilda, todo o amor do mundo para você sua linda <3.

Por falar na Hilda, eu amei a nova roupagem que os personagens que antes conhecíamos do sitcom receberam. Por exemplo, as tias da Sabrina eram doces, gentis e completamente certinhas. Entretanto, ambas personagens ganharam mais profundidade e as coisas agora não são preto no branco, bem e mal acabam sendo conceitos meios abstratos.

Sabrina por outro lado, era aquela adolescente toda atrapalhada que sempre se metia em confusões. Agora ela continua caindo em algumas encrencas, porém são infinitamente mais complicadas e definitivamente mais perigosas. Porém, algo que gostei bastante sobre ela é como sua personalidade vai amadurecendo ao longo dos episódios e como descobrimos do que ela é capaz de fazer por aqueles que ela ama. Inclusive já estou muito ansioso para ver mais do seu desenvolvimento numa vindoura segunda temporada.

Preciso falar um pouquinho sobre o Harvey por quem eu era apaixonado no sitcom e me encantei com sua nova versão. O personagem era bem bobinho e completamente aquém do mundo oculto da Sabrina, mas agora o personagem carrega uma carga dramática maior concedendo à ele mais profundidade e fazendo com que ele deixe de ser apenas o par romântico da protagonista (mesmo assim shippo forte).

Os demais personagens também são interessantes e complexos, ganhando algum desenvolvimento no decorrer dos episódios, porém não vou me ater à eles, para que esse post não fique enorme ou não sugira algum spoler. Só ressaltar que se seu medo era falta de representatividade, não tema, essa série tem muita e aborda sobre também. Diante mão eu digo que o enredo é construído para que você se importe com eles, até os que recebem pouco holofote tem ou terão sua importância em futuro.

A parte técnica me deixou igualmente satisfeito. A fotografia é muito imersiva. Toda a montagem de cores são feitas para que você se sinta dentro daquele universo. A trilha sonora é muito boa, incluindo algumas músicas que eu já conhecia e que adorei vê-las na série. A forma de filmagem tem uma coisa um tanto peculiar. Em alguns momentos a câmera só focava o centro da imagem, deixando tudo ao redor um pouco desfocado, a principio achei estranho, mas com o tempo fui me acostumando e criou um efeito legal.

Minha única reclamação sobre a série mesmo é o Salém não falar. Mesmo já tendo ouvido que ele não falaria, eu estava esperando que ele falasse, contudo isso não aconteceu. Isso me incomodou um pouco porque nas HQs ele além de ser familiar da Sabrina (toda bruxa tem direito a uma espécie de ajudante animal que irá lhe guiar e proteger ao longo da vida), ele age como uma "voz da razão" para a jovem e isso foi tirado do personagem, o que para mim, diminui um pouco da importância dele. Mas vamos esperar e ver o que o futuro nos aguarda sobre isso.

CLASSIFICAÇÃO

Bom, pessoal! Essa é minha indicação de hoje, espero que vocês tenham gostado. Caso já tenham maratonado, não se esqueçam de me contam suas impressões. Caso não tenham, me digam se agora estão interessados em ver. Feliz Halloween para todos vocês e nos vemos novamente em breve neste mesmo coven à meia noite que é o horário das bruxas ;)



10 comentários

  1. Que legal saber que você amou. Ainda não decidi se vou assistir ou não, achei meio dark hehehehe.. mas adoro a sabrina..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei esse tom dark bem apropriado pra história, trouxe mais seriedade.

      Excluir
  2. Oi Anderson,
    jesus que essa coisa de Halloween tá me deixando doida já! hahahaha
    Eu explico: é que quero MUITO ver Sabrina, todo mundo já viu ou tá vendo e a aprovação parece ser meio geral. O problema é que eu sou bem medrosa e já fiquei meio assustadinha logo de cara com os trailers, então tem chances de eu ficar apavorada com a série, hahahahaha
    Dai agora com o Halloween geral tá falando da série nos blogs, o que só aumenta minha vontade de querer ver, mas e o que fazer com o medo? Socorro!

    Att.,
    Eduarda Henker
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eduarda! Então, apesar de ser bem dark eu não tive medo ou algum susto. O trailer pareceu mais assustador, de fato. Recomendo que veja, assim você pode enfrentar seu medo ou acabar se surpreendendo ;)

      Excluir
  3. Olá, Anderson.
    Como não acompanhei a série original eu não tenho material para comparação hehe. Mas só estou lendo resenhas positivas sobre essa nova versão. Fiquei meio receosa por causa dessa coisa de satanismo, mas vou assisti o primeiro episódio para ver o que acho. E que legal que tem bastante representatividade porque é o que falta nas séries e filmes hoje em dia hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil. Eu acho que para quem é muito apegado ao cristianismo, essa parte vai ser meio incomoda. Eu tentei assistir de uma forma sem que eu me preocupasse com isso, sabe.

      Excluir
  4. Olá,
    Estou bem curiosa para assistir e espero muito curtir, pois amava a série dos anos 90, meu xodó na infância.
    Uma pena isso do Salem, um dos melhores personagens ever hahaha, mas quem sabe não rola um plot twist futuramente né

    até mais,
    Nana e Leticia - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  5. Oi
    essa é a quinta reviw que leio enquanto comento, que bom que gostou da série. Eu Adorei assistir, um dos personagens que gostei além da sabrina foi o Ambrose, achei bem interessante.


    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei o Ambrose um personagem muito interessante, espero mais desenvolvimento dele na próxima temporada.

      Excluir

Expresse-se