Resenha #221 - O Ódio que Você Semeia!





Título: O Ódio que Você Semeia
Autora: Angie Thomas
Editora: Galera Record
Ano: 2017
Especificações: Brochura | 378 páginas
ISBN: 
13: 9788501110817
 Sinopse
Uma história juvenil repleta de choques de realidade. Um livro necessário em tempos tão cruéis e extremos.
Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial.
Não faça movimentos bruscos.
Deixe sempre as mãos à mostra.
Só fale quando te perguntarem algo.
Seja obediente.
Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras. Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto.
Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos - no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início.
Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa.
Angie Thomas, numa narrativa muito dinâmica, divertida, mas ainda assim, direta e firme, fala de racismo de uma forma nova para jovens leitores. Este é um livro que não se pode ignorar.

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************


Genial, importante e extremamente apaixonante, 'O Ódio que Você Semeia' foi uma leitura engrandecedora onde me senti representado do começo ao fim.

Starr aprendeu desde muito cedo que o mundo não facilita a vida para pessoas como ela, negros. Quando uma ida a uma festa acaba saindo fora do planejado, ela recebe carona de seu velho amigo Kalil, mas no meio do caminho os dois são abordados por um policial, que sem qualquer advertência, atira contra o jovem e o assassina. Paralisada, Starr vê se amigo morrer e daí em diante sua vida vira de cabeça para baixo. 

Moradora de um bairro problemático, tomado pelas gangues e pelo tráfico de drogas, ela se vê em um dilema temendo enfrentar a luta em prol de fazer justiça por Kalil, ou a segurança de sua amada família. Seria ela capaz de fazer a coisa certa, estando na mira de tantas pessoas?

Eu confesso que não imaginava uma leitura tão intensa e fervorosa. 'O Ódio que Você Semeia' é um célebre YA que todo mundo deveria ler. Narrado em primeira pessoa, acompanhamos a amadurecimento e as lutas da protagonista no seu mais íntimo, enquanto fatos pesados e densos vão se desenrolando na trama. 

Angie Thomas é brilhante. Seu enredo é consistente, envolvente; seus personagens apaixonantes e sua escrita fluída e gostosa de ler, de forma que mesmo estando constantemente lidando com fatos mais tensos, não deixa o leitor cansado. A relação que a autora cria entre os personagens e a forte mensagem de luta e empoderamento, ficam claros a cada vírgula. Não tenha um só núcleo nesse livro que falhou comigo. Tudo é muito bem alinhado, casando perfeitamente em seu desfecho. Até mesmo o romance adolescente, que é tão casual e verdadeiro, sem grandes promessas de amores eternos ou o cara perfeito.


Starr é uma protagonista forte, humana, cheia de defeitos e foi o que eu mais amei nela. Constantemente estou acostumado com personagens que tendem a esconder um lado mais sentimental, lidando com situações extremas. Starr não. Ela é sincera. Quando precisa chorar, ela chora; quando ela precisa sorrir, ela rir. Sua expressividade e a veracidade na sua narrativa enriquecem completamente a trama de Thomas e fui fisgado do começo ao fim. Nunca torci e me identifiquei tanto com os dilemas e situações de uma personagem, como foi nesse caso.

Mas outros personagens secundários também se destacam: o próprio Kalil, o irmão de Starr, Seven, e Chris, ou até mesmo suas amigas da escola. Cada um com uma problemática para acrescentar.

A autora também desenvolve muito bem o núcleo dos pais. Geralmente esses personagens ficam apagados nesse tipo de livro, quando o foco vira-se totalmente para a problemática ou para o romance. Não foi o caso desse. Thomas é brilhantes. Os pais de Starr são uma dupla imbatível de personagens e sem eles na trama, duvido que o livro fosse tão bom assim. Além de alívio cômico, eles desempenham as cenas mais emotivas.

Tratando sobre racismo com muita responsabilidade, esse é um livro para me sentir representado e experimentar uma situação que acontece tão constantemente na nossa realidade. Thomas não ameniza ou tenta poetizar soluções fantásticas, tão pouco desmotiva uma luta por igualdade e respeito. Sua trama envolve e empodera. 'O Ódio que Você Semeia' é o típico livro que todo mundo deveria ler, não só pela sua mensagem, mas pela crua realidade de sentir um pouco as situações que o outro pode sofrer apenas pela cor da pele ser diferente.


Angie Thomas nasceu e foi criada em Jackson, no Mississippi, o que se percebe pelo seu sotaque. Quando adolescente, era rapper e sua maior conquista foi ter escrito um artigo sobre si mesma na Revista Right On! (com foto). É bacharel em escrita criativa pela Belhaven University e possui um diploma não oficial em Hip Hop. Ela ainda sabe fazer rap, se for preciso. Seu livro de estreia, O Ódio Que Você Semeia (The Hate U Give), foi o primeiro a vencer o Walter Dean Meyers Grant, em 2015, na categoria We Need Diverse Books. O romance será adaptado para o cinema, pela Fox, e chegou ao primeiro lugar da lista do New York Times na semana de seu lançamento.


7 comentários

  1. Oi David!
    Que resenha linda!
    Eu preciso muito ler esse livro, mas ainda não consegui comprar 😍😍 Já sei que vou amar!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!
      Leia muito, é perfeito demais *-* Leia o quanto antes.

      Abraços
      David

      Excluir
  2. Oi, David!
    Finalmente tomou vergonha nessa cara de marmota e leu hein? Eu sabia que você ia adorar essa história. Estou bem ansiosa pela adaptação!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!
      Pois é KKKKKKKK. Valeu cada segundo da leitura. QUERO MEU FÍSICO AGORA <3
      QUERO O FILME NA MINHA MESA AGORA

      Abraços
      David

      Excluir
  3. Oi David! Ainda não li o livro, mas vai ter adaptação e quero tentar ler antes de chegar. Sua resenha me deixou muito empolgada, é tão bom quando os autores desenvolvem bem todos os núcleos da história e dão espaço para os diversos personagens. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida!
      Pode ler sem medo que aqui todo mundo tem seu espaço <3 Espero que consiga antes do filme.

      Abraços
      David

      Excluir
  4. Oi David,
    Estou doida para ler, mas acho que vou acabar assistindo a adaptação primeiro por motivos de $$$ haha, e fico feliz pois está recebendo muitos elogios. É uma obra necessária e ótimo saber que nos conquista a cada momento. E melhor ainda saber que você se sentiu representado.

    até mais,
    Nana e Leticia - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir

Expresse-se