Coluna: Na Tela #52!



Depois de muito protelar, eis que meu desafio de assistir deu certo e cá estamos nós, atingindo a meta e cumprindo com o prometido. Hoje, eu roubei um pouquinho do espaço do Anderson para indicar para vocês essa série que me derrubou, pisou e surpreendeu e falar da minha experiência acompanhando todas as temporadas de GOT lançadas até agora. Espero realmente que você curtam essa última indicação de 2018!


SINOPSE: Há muito tempo, em um tempo esquecido, uma força destruiu o equilíbrio das estações. Em uma terra onde os verões podem durar vários anos e o inverno toda uma vida, as reivindicações e as forças sobrenaturais correm as portas do Reino dos Sete Reinos. A irmandade da Patrulha da Noite busca proteger o reino de cada criatura que pode vir de lá da Muralha, mas já não tem os recursos necessários para garantir a segurança de todos. Depois de um verão de dez anos, um inverno rigoroso promete chegar com um futuro mais sombrio. Enquanto isso, conspirações e rivalidades correm no jogo político pela disputa do Trono de Ferro, o símbolo do poder absoluto.



Elenco: Rory McCann (Sandor "The Hound" Clegane), Sean Bean (Ned Stark), David Bradley (Walder Frey), Donald Sumpter (Luwin), James Cosmo (Jeor Mormont), Jerome Flynn (Bronn), Diana Rigg (Olenna Tyrell), Ben Crompton (Eddison "Dolorous Edd" Tollett), Jason Momoa (Khal Drogo), Owen Teale (Alliser Thorne), Paul Kaye (Thoros of Myr), Julian Glover (Pycelle), Indira Varma (Ellaria Sand), Alexander Siddig (Doran Martell), Mark Addy (Robert Baratheon), Michelle Fairley (Catelyn Stark), Ron Donachie (Rodrik Cassel), Aidan Gillen (Petyr "Littlefinger" Baelish), Peter Dinklage (Tyrion Lannister), Charles Dance (Tywin Lannister), Natalie Dormer (Margaery Tyrell), Harry Lloyd (Viserys Targaryen), Lena Headey (Cersei Lannister), Nikolaj Coster Waldau (Sr Jaime Lannister), Conleth Hill (Varys), Stephen Dillane (Stannis Baratheon), Jonathan Pryce (High Sparrow), Kate Dickie (Lysa Arryn), Liam Cunningham (Davos Seaworth), Joe Dempsie (Gendry), Oona Chaplin (Talisa Maegyr), Richard Madden (Robb Stark), Iwan Rheon (Ramsay Bolton), Hannah Murray (Gilly), Michiel Huisman (Daario Naharis), Ian McElhinney (Barristan Selmy), Alfie Allen (Theon Greyjoy), Jack Gleeson (Joffrey Baratheon), Iain Glen (Jorah Mormont), Kit Harington (Jon Snow), Emilia Clarke (Daenerys Targaryen), Sophie Turner (Sansa Stark), Maisie Williams (Arya Stark), Isaac Hempstead-Wright (Bran Stark), Carice Van Houten (Melisandre), John Bradley (Samwell Tarly), Sibel Kekilli (Shae), Rose Leslie (Ygritte), Ellie Kendrick (Meera Reed), Eugene Simon (Lancel Lannister), Michael McElhatton (Roose Bolton), Nonso Anozie (Xaro Xhoan Daxos), Gwendoline Christie (Brienne of Tarth), Jacob Anderson (Grey Worm), Tom Wlaschiha (Jaqen H'ghar), Pedro Pascal (Oberyn Martell), Natalia Tena (Osha), Richard Dormer (Beric Dondarrion), Faye Marsay (Waif), Gethin Anthony (Renly Baratheon), Finn Jones (Loras Tyrell), Thomas Brodie-Sangster ( Jojen Reed), Kristofer Hivju (Tormund Giantsbane), Nathalie Emmanuel (Missandei), Jerome Flynn (Bronn), Pilou Asbæk (Euron Greyjoy), Daniel Portman (Podrick Payne), Ed Skrein (Daario Naharis), Nell Tiger Free (Myrcella Baratheon), Ciarán Hinds (Mance Rayder), Dean-Charles Chapman (Tommen Baratheon), Kerry Ingram (Shireen Baratheon), Art Parkinson (Rickon Stark), Aimee Richardson (Myrcella Baratheon), Lino Facioli (Robin Arryn), Peter Vaughan (Aemon) e Esmé Bianco(Ros).


'Game Of Thrones' é uma série de televisão norte-americana criada por David Benioff e D. B. Weiss, baseada na série de livros 'A Song of Ice and Fire', de George R. R. Martin. A primeira temporada da série estreou em 17 de abril de 2011, na HBO. Até agora, sete temporadas já foram exibidas e a oitava e última temporada estreia em 2019.

Muito aguardada desde seus primeiros estágios de desenvolvimento, 'Game of Thrones' foi muito bem recebida pela crítica especializada. Sua primeira temporada foi indicada em vários prêmios, incluindo o Emmy de melhor série de drama e o Globo de Ouro de melhor série dramática. Também conquistou o Emmy de melhor projeto de créditos principais, e possui uma das melhores notas entre os telespectadores para séries em exibição no site IMDb. Dessa forma, totaliza 38 Emmys, mais do que qualquer outra série de televisão, entrando para o Livro de Recordes como a série dramática com a maior transmissão simultânea ao redor do mundo.


Falando pessoalmente, eu já havia tentando assistir a série, ainda lá em seus primórdios, quando nem tinha ainda todo o hype. Infelizmente, na primeira tentativa eu falhei miseravelmente. Devido ao seu conteúdo mais adulto, com diversas cenas de sexo e nudez, eu acabei abandonando por não me identificar com a trama. Daí em diante, permaneci acompanhando seu crescimento só pelas redes, e logo, com a chegada dos dragões, a vontade de continuar a vê me tocou novamente. Eis que no final do ano passado, me comprometi a ficar em dia com as temporadas para acompanhar o desfecho que acontecerá em meados da metade do ano que vem. E foi uma maravilhosa aventura por terras tão sangrentas e cheias de magia. 'Game Of Thrones' definitivamente não é uma série fácil de digerir, assumo. Com seus episódios longos de uma hora, eu achava o conteúdo extremamente pesado, principalmente nas quatro primeiras temporadas, quando a trama se resume totalmente em disputas de ódio e busca de poder. Da quinta em diante, esse ar alivia um pouco mais para fornecer espaço para que outras temáticas mais fantásticas e sobrenaturais sejam tratadas, e isso não me desagradou um só instante. Apesar de notar a diferença de tons e alguns erros do roteiro da terceira em diante, eu gosto da dinâmica dos episódios, de contar um pedaço da história de cada personagem, sem deixar ninguém muito solto no roteiro, ou focar demais em uma só pessoa. Para mim, apesar de pesado, alguns episódios passam sem nem ao menos perceber, principalmente os focados em ação. Nesse sentido, Benioff não me decepciona um só instante. Não tem um personagem se quer que eu consiga dizer que o roteiro não aproveitou ou contou bem sua história, até mesmo aqueles que morrem rapidamente (e quem acompanha sabe que são muitos), são devidamente apresentados e cativam o telespectador para só depois saírem, causando o efeito da surpresa ou do perda.


O elenco da série é incrível! Desde o mais secundário, aos protagonistas, não tem um só ator ou atriz que não me convença do seu papel dentro da trama. Todos estão excelentes e confortáveis nas tarefas que precisam desempenhar. Logicamente que eu tenho alguns favoritos. O primeiro é sem dúvidas Peter Dinklage, nosso Tyrion Lannister. Acho ele brilhante, não só na atuação, como no personagem. Tyrion é cheio de camadas, inesperado e sagaz. Em grande parte do tempo que está em cena sempre aguardo grandes feitos vindo dele, desde a ação mais inesperada ao diálogo mais profundo. O cara é foda, e não dá pra negar.


Mas Kit Harington (Jon) também rouba os holofotes em diversos momentos. Tratando-se de um protagonista, a genialidade de seu personagem é o que mais me cativa. Ele é sempre muito decidido de si, seguro das decisões que precisa tomar, nunca pesando só o seu bem estar, mas o dos outros.


Não vamos esquecer minhas guerreirinhas, Maisie Williams (Arya) e Gwendoline Christie (Brienne). EU AMO ESSAS DUAS PERSONAGENS. São as duas mulheres mais ferozes da série para mim, e verdadeiras rainhas. Com certeza torço muito para que elas terminem viva pelo menos (NÃO MATA ELAS PFF).

Mas destaco também Lena Headey (Cersei - ODEIO COM TODAS AS FORÇAS), Sophie Turner (Sansa - POBI SÓ SE LASCA), Emilia Clarke (Daenerys), Michelle Fairley (Catelyn Stark), John Bradley (Sam- MEU OTP É ELE E A GILLY <3), Conleth Hill (Varys - REI DA PORRA TODA) e Nathalie Emmanuel (Missandei - OUTRA RAINHA <3).

Em termos de efeitos visuais, não há como discutir, a série é campeã. A HBO cria cenas impactantes com CGI e sabe abusar e aproveitar da computação. Tanto os dragões, quanto os Caminhantes Brancos (os zumbis da série) são perfeitos. Me tremo todo nas batalhas.

AVALIAÇÃO


Dito isso, só resta ansiedade para esse desfecho que vai com certeza ser trágico e matar todos os personagens que eu amo, mas fazer o que não é mesmo? Vou esta na torcida até o último momento. E vocês, gostam? Já assistiram? Querem? Comenta com a gente.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se