Cinema #73 - Pokémon: O Poder de Todos!





Título: Pokémon: O Poder de Todos
Gênero: Animação
Direção: Tetsuo Yajima
Duração: 112m.
EstúdioOLM WIT Studio
 Sinopse: A história continua do 20º filme: Pokémon Eu Escolho Você! lançado em julho de 2017. Situado na cidade de Fuura, onde as pessoas vivem e recebem o vento misericordioso do lendário Pokémon Lugia. Quando o "Festival do Vento" anual é realizado na cidade, Ash, pikachu e mais cinco personagens dão início a uma nova aventura.





************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************


Elencando uma nova franquia promissora dos monstrinhos que marcam gerações, 'Pokémon: O Poder de Todos' é uma nobre aventura que fala especialmente de empatia e o valor da lealdade, trazendo um visual lindo que enche os olhos de prazer.


Ash e Pikachu retornam em mais uma aventura. Dessa vez os bravos heróis viajam para a cidade de Fuula, um lugar cheio de lendas sob o misterioso Pokemon, Lugia. A cidade é totalmente abastecida pelos fortes ventos, sendo inclusive motivo de comemoração. E é justamente por essa lenda que Ash está ali. Dizem que durante o famoso Festival do Vento, realizado anualmente pelo prefeito, Lugia agracia os treinadores participantes com sua presença. Pessoas de todas as partes do globo seguem para Fuula, mas um perigo imprevisto pode colocar em cheque não só o destino de nosso herói, como o de tantos outros. Agora, juntamente aos Pokemon, Ash e seus novos amigos precisarão salvar a cidade e restabelecer o equilíbrio.

Sem sombra de dúvidas tem sido um alívio para a vista essa nova remessa de filmes da franquia 'Pokémon'. Depois do 20º filme, 'Poémon: Eu Escolho Você' (disponibilizado na Netflix esse mês), que apresenta uma linda releitura dos anos iniciais de Ash e Pikachu, esse 21º é tão maravilhoso quanto. Os roteiros, anteriormente tão saturados, buscam inovação, trazendo problemáticas bem mais pertinentes e inclusivas. A variedade representativa desse longa é maravilhosa. Todo o conceito construído em cima dos Pokemon raros é instigante. São diferentes culturas, com variados costumes, uma mais rica do que a outra. Mas o que mais gostei é justamente que o filme não precisou de um vilão para ser grandioso ou dar continuidade. Tratando de atos e consequências, o enredo vai trabalhando um mundo de problemáticas que vão aumentando e se interligando até que todos os seus personagens não tenho escolha a não ser se juntarem para resolver.

O visual também é outro ponto que me agradou bastante. Esse filme tem um traço muito mais oriental, para os velhos animes arredondados, mas também trás um toque de algo novo, com suas paisagens bem detalhadas e computadorizadas. É inegável que a produção se puxa na hora de trabalhar perspectiva e ambientação. Não tem uma cena sequer que eu não veja como deslumbrante no sentido visual. Tudo é muito vívido, colorido e detalhado.


Os personagens são interessantes. O legal desse filme é que fora o drama de Ash e do Pokemon Lendário, ainda temos espaço para conhecer outros personagens, tão ricos de histórias quanto o protagonista. Risa, Callaham e Harriet foram os mais interessantes, sem dúvidas, se sobressaltando até mais que o principal. Todas as problemáticas possuem um peso, e apesar de infantilizado, esse foi o filme da franquia onde as tramas pessoais dos personagens são as mais pesadas. Principalmente a de Harriet, que trabalha o conceito de morte dentro desse mundo. Pela primeira vez a narrativa de 'Pokemon' me passou uma maturidade maior.


A química entre os personagens também é muito boa, e sua separação de núcleos também. E apesar do começo meio lento, apresentado o olhar de vários participantes, o filme não peca ou deixa de divertir.

'Pokémon: O Poder de Todos' é um refresco para os ares tão já conhecidos e clichês da franquia. Não beira a maravilha e a tensão dos primeiros longas, mas apresenta debates interessantes e mensagens positivas sobre ser empático com o próximo. Se não assistir pelo desenho, então veja-o pelo seu ideal, tão necessário nos dias de hoje.


3 comentários

  1. Oi David, td bem?
    Vou te confessar q eu nunca gostei de Pokemon, rs. Acho q sou uma das poucas. Nem sabia q tinham tantos filmes assim XD
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Amei essa sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️..

    Meu Blog: Real Cap

    ResponderExcluir
  3. Hey David!

    Pokémon marcou minha infância e é muito nostálgico poder acompanhar novos lançamentos até hoje!

    Um abraço!
    Bananices

    ResponderExcluir

Expresse-se