Cinema #78 - Detetive Pikachu!





Título: Detetive Pikachu
Gênero: Aventura
Direção: Rob Letterman
Elenco: Abbie Murphy, Alejandro De Mesa, Ben Fox, Bern Collaco, Bernardo Santos, Bill Nighy, Chris Geere, Daniel Eghan, Deborah Rock, Diplo, Edward Davis, Emily Ng, Georgie Carter, Ikue Ôtani, Jag Patel, Jordan Long, Josette Simon, Justice Smith, Kadiff Kirwan, Karan Soni, Kathryn Newton, Ken Watanabe, Kotaro Watanabe, Max Fincham, Omar Chaparro, Paul Kitson, Priyanga Burford, Rina Hoshino, Rita Ora, Ruth Horrocks, Ryan Reynolds, Ryoma Takeuchi, Simone Ashley, Suki Waterhouse, Zoë Scott
Roteiro: Benji Samit, Dan Hernandez, Derek Connolly, Rob Letterman
Produção: Cale Boyter, Don McGowan, Mary Parent
Duração: 104 min.
EstúdioLegendary Entertainment, The Pokemon Company, Toho Company, Warner Bros.
 Sinopse: O detective particular Harry Goodman desaparece misteriosamente, levando seu filho Tim, de 21 anos, a tentar descobrir o que aconteceu. Quem ajuda na investigação é o antigo parceiro Pokémon de Harry, o Detetive Pikachu: um adorável superdetetive divertido e brincalhão que é um enigma até para si mesmo. Após descobrirem que são capazes de se comunicar um com o outro, Tim e Pikachu unem forças em uma aventura para desvendar esse mistério.

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************




Engraçado, despretensioso e muito nostálgico, 'Detetive Pikachu' é uma excelente pedida para assistir com a família e se lembrar do quão importante esses personagens foram na infância de muitas pessoas.

Tim (Justice Smith) é o filho solitário do famoso detetive particular Harry Goodman,  que separados há anos, sempre mantiveram uma relação não muito promissora, acarretando na dificuldade de Tim para se relacionar com outras pessoas e os Pokémon a sua volta. Quando por obra do destino ele é levado a tentar investigar a suposta morte de seu pai, um aliado inesperado irá lhe ajudar. Agora, Tim e Pikachu (Ryan Reynolds) precisam dar conta dessa parceria para juntar as peças desse mistério e solucioná-lo.

Confesso que minhas apreensões quanto ao filme eram gigantescas. Devido as péssimas experiências com live-actions de animes que tive anteriormente, permaneci no medo até o iniciar da sessão, temeroso do que poderia acontecer. Mas nesse sentido a produção foi responsável e impecável. 'Detetive Pikachu' é uma prova viva de que quando se quer, se faz. O CGI utilizado para moldar as criaturinhas ficou muito bom e em diversos momentos me vi surpreso com a qualidade dos efeitos. O próprio Pikachu é espetacular, passando toda sua fofura em cada cena. Mas não só ele. Diversos outros Pokémon também se mostram bem feitos, 


Tratando-se de um filme relativamente infantil me surpreendeu também a quantidade dramática que o longa possui. A história de Tim é bastante envolvente e você se apega facilmente pelo personagem. Tímido, excluído e carregando seus traumas, foi bonito observar seu crescimento enquanto a cada cena descobrimos mais e mais sobre ele.

O roteiro também é muito bom, bem amarrado, engraçado sem ser apelativo e rico nas referências. Todo o cenário onde o longa se passa é maravilhoso, tendo cenas lindas em ambientes magníficos. Até mesmo as batalhas entre os Pokémon são instigantes, de forma a fazer com que você pule da cadeira. Sem contar nas reviravoltas, bem surpreendentes. A produção te leva a acreditar que algo é assim, quando na verdade não é.

De fato o personagem de Ryan Reynolds é quem rouba a cena. Seu Pikachu é impagável, cômico e muito fofo. Ele cativa o telespectador, transportando você em uma verdadeira máquina do tempo, onde a nostalgia comanda. Sua dupla com o personagem de Smith é fantástica. Eles possuem uma química inegável em cena, me remetendo muito a parceria canônica do desenho entre Ash e Pikachu. Que maravilhoso!


Mas não vamos esquecer dos próprio Pokémon. Psiduck, Mewtwo e Mr. Mine garantem diversão e ação sem nem pestanejar. Basta eles entrarem em cena para que você se envolva e dê boas gargalhadas. E eles não são os únicos. O longa está recheado de Pokémon, das mais variadas gerações. Definitivamente nenhum fã da franquia vai conseguir colocar defeito no excelente uso que fizeram dos personagens.



A única coisa que me incomoda um pouco é o romance entre o personagem de Smith e de o Kathryn Newton (Lucy). Ele acontece com tanta previsibilidade que não me envolveu. Os atores não possuíam química ao meu vê, de forma que a relação parece só um subterfúgio do roteiro, atropelando tudo. Teria sido muito mais legal vê-los como amigos para só depois, em uma futura continuação, temos o casal em si. Mas isso não é algo que destrua sua experiência. A relação entre Pikachu e Psiduck cobre a falta de química entre os atores.

Então a dica é: veja 'Detetive Pikachu'. É engraçado, leve, tem drama na quantidade certa e excelentes personagens, garantindo um banho de lembranças e uma rica aventura, lotada de referências.









5 comentários

  1. Oi
    que bom que gostou do filme, estou vendo resenhas bem positivas e já estava preparada para mais negativas, quero assistir o filme, não sou aquela mega fã de pokemon, mas curto e como não amar Pikachu.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi De!
      Eu nao vou mentir que esperava um bombinha tambem KKKKK. Mas ate que ficou muito bom. Espero que goste.

      Abraços
      David

      Excluir
  2. Oi, Davi

    Não é um filme que eu assistiria no cinema, mas achei os Pokémons tão fofos que assim que chegar na TV à cabo vou ver, querendo ou não bate uma nostalgia de quando eu assistia há uns bons 15 anos atrás mais ou menos.


    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami!
      Eles sao uma fofura so, principalmente o Pikachu. Da vontade de agarrar e nao largar KKKK.

      Abraços
      David

      Excluir
  3. Olá
    Eu adorava Pokemon quando era criança e dá uma nostalgia só de ver essas imagens. Não estava muito interessada no filme, mas vi alguns comentários positivos sobre e estou mudando de ideia.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Expresse-se