Resenha #268 - A Dama Mais Desejada (A Dama Mais Vol 1)!





Título: A Dama Mais Desejada
ColeçãoA Dama Mais Vol 1
AutorasConnie Brockway, Julia Quinn, Eloisa James
Editora: Arqueiro
Ano2019
Especificações: Brochura | 272 páginas
ISBN13: 9788580419511
 Sinopse
PRIMEIRO VOLUME DA DUOLOGIA "A DAMA MAIS...".
Três das estrelas mais brilhantes dos romances de época convidam você para uma festa na casa de campo do ilustríssimo marquês de Finchley.
Hugh Dunne, o irresistível conde de Briarly, precisa de uma esposa. Para ajudá-lo, sua irmã convida as mais elegantes damas da sociedade, assim como alguns cavalheiros, para uma festa em sua propriedade.
A reunião inclui a incrivelmente bela (e dolorosamente tímida) Gwendolyn Passmore, a sincera e adorável Katherine Peyton e a viúva lady Georgina Sorrell, além de alguns condes e até um arrojado herói de guerra.
Durante o evento, que promete ser o grande acontecimento da temporada, Hugh terá tempo suficiente para eleger a dama que mais deseja. A não ser que outro cavalheiro seja mais rápido.
Nesse caso, quem sabe ele acabe cortejando uma moça que definitivamente não está no mercado casamenteiro, e que vai exigir uma boa dose de perseverança...

************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
************************************************************


Um livro cativante, leve e apaixonante. 'A Dama Mais Desejada' reuni três escritoras de romances de época que juntas nos contam a história de 3 casais: A dama mais desejada da temporada, a mais sincera da sociedade e a mais convicta a não de casar novamente

É possível amar uma pessoa e ainda assim não ter a menor ideia de quem ela é.”

Hugh Dunne, conde de Briarly, precisa de um herdeiro e para isso se casar é necessário. Dessa forma, recorre a sua irmã, Carolyn para arrumar uma pretendente. Ela, por sua vez, convida as beldades da temporada e alguns cavalheiros para passar uns dias em sua casa. Porém, nem tudo sai como planejado. A sua primeira candidata é Gwendolyn Passmore, a mais bela da temporada, mas o que ninguém imagina é que ela é extremamente tímida, fazendo com que as a achem arrogante, principalmente Octavia Darlinghton , irmã de Alec Darlinghton, Conde de Chaters.

A segunda candidata é a Srta. Kate Peyton, que apesar da aparência delicada e angelical, é uma jovem sincera que não tem paciência para enrolações. Há muito tempo seu coração foi partido, mas após alguns anos ela reencontra seu primeiro amor, Capitão Neil Oakes e descobre que os pedaços podem se juntar novamente.

O que Carolyn não imaginava é que seu irmão teria uma terceira candidata em mente: sua amiga viúva Lady Georgina Sorrel. Mas para conquistá-la existe um problema: ela não deseja se casar.

O amor era o melhor presente de todos.”

Com 3 mocinhos que nos fazem suspirar, este livro é perfeito para quem está sofrendo uma ressaca literária. Uma história leve, clichê, com muitas cenas engraçadas e românticas, tendo como única ressalva um maior desenvolvimento da trama dos casais individualmente, pois quando muda a escritora, mudamos também o personagem, deixando o leitor com aquele gostinho de quero mais, desejando conhecer mais sobre os protagonista. Mas tirando isso, é um ótimo livro para se ler enquanto toma uma xícara de chá para passar a tarde.

Nunca li nenhum livro da Connie Brockway, mas também gostei muito das partes dela no livro, e com certeza procurarei ler alguma história dela em breve. Julia Quinn e Eloisa James já conheço e amo e mais uma vez elas me encantaram.

Se você estiver procurando um romance de época para relaxar e sair de uma ressaca literária, este é o livro que você procura.


Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons. É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico.


Eloisa James escreveu seu primeiro romance depois de se formar em Harvard, mas o manuscrito foi rejeitado por todas as editoras. Depois de obter mais alguns diplomas e arranjar emprego como professora especializada em Shakespeare, ela tentou novamente, dessa vez com mais sucesso. Mais de 20 best-sellers depois, ela dá cursos sobre Shakespeare na Fordham University, em Nova York, é mãe de dois filhos e, numa ironia particularmente deliciosa para uma autora de romances, é casada com um legítimo cavalheiro italiano.


Connie Brockway é autora de diversos livros da lista de mais vendidos do New York Times e do USA Today. Foi indicada oito vezes ao prestigioso prêmio RITA, e venceu duas. Atualmente mora em Minnesota com o marido e com seus dois cachorros mimados.







2 comentários

  1. Oi, Ana! Tudo bom?
    Eu tô completamente viciada nos livros da Tessa Dare, mas quero começar aquela série dos Bridgertons pra me aproximar da Julia Quinn - que a colaboradora do blog ama de paixão.
    Fiquei bem curiosa com os contos dessa coletânea, quem sabe não me arrisco!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, fico feliz em saber que vc gostou, estou com o livro em mãos pra ler, espero gostar também!! Curiosa com a narrativa da Connie Brockway!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Expresse-se